Blogs   ››   Mercado
Desafio Nacional

Grandes Desafios da Computação no Brasil

Roberto Mayer Publicado em 14 de Agosto de 2014 às 15h42
Grandes Desafios da Computação no Brasil

Setor acadêmico e empresarial precisam trabalhar de forma conjunta com o apoio do poder público para criar um ambiente no qual a inovação possa prosperar.

Desde 2006, a Sociedade Brasileira de Computação (SBC), que congrega milhares de professores universitários e estudantes de ciência da computação, vem promovendo debates acerca dos grandes desafios da Computação no Brasil.

As primeiras conclusões se focaram em áreas de pesquisa científica, que demandariam uma atenção redobrada por parte dos pesquisadores (como é o caso da primeira conclusão de 2006, focada em cinco grandes temas, entre os quais, “Gestão da Informação em grandes volumes de dados multimídia distribuídos”).

Outro tipo de desafio elencado corresponde à necessidade de usar recursos computacionais para a resolução de problemas significativos da sociedade, como por exemplo, garantir o acesso participativo e universal do cidadão brasileiro ao conhecimento.

Este tema voltou a ser debatido durante o último Congresso da SBC, realizado em fins de julho em Brasília, de forma simultânea com o III Encontro Nacional da Federação Assespro, que participou dos debates sobre o tema.

Embora as demandas da sociedade sobre a computação aumentem continuamente (o uso da tecnologia resultante para melhorar a saúde, educação, segurança e mobilidade urbana são claros exemplos desse potencial), ficou claro que o sucesso de sua real implementação depende do envolvimento do setor empresarial, responsável por completar o processo de inovação.

Tanto a SBC quanto a Assespro foram fundadas na segunda metade dos anos 70, tendo como pano de fundo a preocupação com a autonomia tecnológica do país (entre outros aspectos).

Entretanto, a realidade tecnológica mudou radicalmente: discussões da época, sobre o tráfego de dados transfronteira despertam (sor)risos na era da Internet global. Se naquela época a substituição de longas viagens por videoconferências era possível apenas nos seriados de ficção científica, hoje estão ao alcance de qualquer cidadão conectado à rede.

O advento da computação em nuvem, e em particular do fornecimento de software como serviço (conhecido pela sigla SaaS) exacerbam ainda mais a competição tecnológica global.

Assim, se nos anos 70 o foco estava na autonomia tecnológica, nos dias atuais a “chave do cofre” está na capacidade de sermos detentores de inovações tecnológicas.

O tecido empresarial do setor de Tecnologia da Informação é composto majoritariamente por pequenas empresas. Grandes e médias empresas representam menos de quinze por cento do total.

Esse o cenário de fundo que precisa ser levado em conta para o que consideramos seja a terceira e definitiva frente de atuação nos grandes desafios da Computação no Brasil: o setor acadêmico e empresarial precisam trabalhar de forma conjunta com o apoio do poder público para criar um ambiente no qual a inovação possa prosperar.

Esse tipo de cooperação, no qual SBC e Assespro estão atualmente empenhadas, poderá não apenas influenciar as políticas públicas que afetam a seus membros, mas gerar cooperação efetiva que permita levar a pesquisa desenvolvida no país para o mercado, garantindo ao mesmo tempo a posse de inovações e o aumento da produtividade ou da qualidade do serviço prestado pelos clientes que se beneficiarão do processo.

Em cooperação com Avelino F. Zorzo (mailto:avelino.zorzo@pucrs.br),
Diretor de Articulação com Empresas da SBC, professor titular da Faculdade de Informática da PUCRS e
orientador de mestrado e doutorado no Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação

Tags
Nenhuma tag cadastrada
Comente e compartilhe sua opinião com nossa comunidade!

Sobre o blog

Blog Mercado

Top mais lidas


Top posts comentados