Notícias   ››   Big Data   ››   Analytics
Data Driven

Dados são a nova eletricidade, afirma CEO da Microsoft

Autor: Redação
Fonte: IT Forum 365 Publicado em 10 de Março de 2016 às 13h25

Satya Nadella comparou a quarta revolução com outros pontos importantes da história e discutiu brevemente por que dados estão desempenhando papel para empresas

Dados são a nova eletricidade, afirma CEO da Microsoft
Por que trabalhar com dados tornou-se fundamental para a indústria como um todo? Para Satya Nadella, CEO da Microsoft, o motivo é que essa é uma tecnologia que pode representar uma nova revolução. “Dados são a nova eletricidade”, disse durante a abertura do evento Data Driven, que aconteceu na manhã desta quinta-feira (10/3), em Nova York (EUA). Os dados, continuou, têm o poder de transformar produtos e serviços e de criar novos modelos de negócios - qualquer que seja a vertical que a empresa atua.

O executivo argumentou que estamos passando pela quarta revolução, na qual tudo está conectado. “Não há pessoa, coisa ou local que não esteja conectado”, observou. A consequência disso é uma explosão de dados, mas que ainda não se sabe como lidar com ela em sua totalidade. Para se ter ideia, até 2020 a previsão é de que esse montante de dados cresça 50 vezes, alcançando quase 50 zettabytes. “Há muito por vir para entendermos, de fato, o que está acontecendo”, completou Nadella.

Para o executivo, o poder transformacional dos dados vai além do dado em si: é a habilidade de “destravar poderes de previsão, de análise, e é sobre isso que a quarta revolução trata”, observa.

Nesse sentido, a Microsoft tem trabalhado para ajudar clientes a utilizar dados com inteligência, engajar mais usuários e tornar seus negócios mais eficientes. É o que o CEO chama de empoderar "todas as pessoas e todas as empresas do mundo para fazer mais" - posicionamento que a empresa tem adotado nos últimos anos. “O sucesso não está em lançar produtos. Porque eles são úteis apenas quando estão sendo transformados por nossos clientes”, disse.

Integração com Linux
Uma das estrelas principais da apresentação, além da discussão sobre dados, foi o lançamento do SQL Server para Linux. A empresa anunciou nesta semana o produto, que já está disponível para beta testers a partir de hoje, com previsão de que chegue ao grande público em meados de 2017. O anúncio segue uma das estratégias da empresa de tornar suas soluções disponíveis para usuários em qualquer lugar ou em qualquer plataforma que queiram usar

De acordo com Joseph Sirosh, vice-presidente corporativo da unidade de dados da Microsoft, o foco da solução é levar agilidade para transações de missão crítica. Ele explica que, anteriormente, o processo de inteligência nesse tipo de situação era algo que tinha que ser feito separadamente, mas com o novo SQL Server 2016, essa função está integrada – o que traz agilidade.

A ideia, como Satya disse inicialmente, é entregar ferramentas que possibilitem aos clientes gerenciar seu tempo de maneira inteligente.
Recomendado para Você
Comente e compartilhe sua opinião com nossa comunidade!

Últimas notícias