Home > Notícias

5 dicas para uma entrevista de emprego do ponto de vista de um CEO

Preparar-se é a chave para o sucesso, segundo Bráulio Lalau de Carvalho, CEO da Orbitall

08/10/2018 às 12h33

5 dicas para uma entrevista de emprego do ponto de vista de um CEO
Foto:

Você que está procurando uma vaga ou quer mudar de emprego, está realmente preparado para isso? A pergunta é de Bráulio Lalau de Carvalho, CEO da Orbitall, empresa do grupo Stefanini. Segundo ele, a questão acontece porque, às vezes, as pessoas dizem que querem muito uma oportunidade, mas na realidade não se preparam para ela. "Eu costumo perceber que, muitas vezes, pessoas qualificadas para preencher as vagas existentes não estão bem preparadas para mostrarem seu potencial numa entrevista."

Para Carvalho, o processo exige preparação. Com base em sua observação e aprendizado, ele listou cinco dicas para uma entrevista de emprego.

 

1. Tenha claro qual é o seu propósito

Por que você quer aquela vaga, naquela empresa? Você já imaginou o que produziria naquela posição? O que tem a oferecer? Se imagina feliz e realizado trabalhando ali? Pergunte a si mesmo se os valores da empresa têm a ver com os seus, caso contrário, em poucos meses você terá dificuldade para levantar da cama e ir ao trabalho.

2. Saiba sobre a empresa

Estude, pesquise, entenda quem é a organização que você pretende passar boa parte dos seus próximos dias, meses ou anos. O primeiro ponto é entender qual é a vaga que você está concorrendo. Sim, tem muitas pessoas que eu entrevisto e que nem sabe ao certo o que esperamos dela naquele cargo. Não dá para continuar uma entrevista com uma pessoa tão desinteressada.

3. Mantenha sua posição

Não há nada mais chato que conversar com uma pessoa que concorde com tudo, ou pior, que chega para uma entrevista de emprego muito ensaiada, com frases prontas e que está, claramente, escondendo sua posição ou opinião apenas para agradar o entrevistador. Não seja rude, mal-humorado ou agressivo mas, por favor, mantenha sua postura, sua posição. Você é único e queremos perceber isso.

4. Diga um ponto que você é bom

Sim, eu disse um. Apenas um. Você pode ter várias qualificações, explicar seu currículo “ipsis litteris” ou seja, ao pé da letra, mas quando te perguntarem qual o seu ponto mais positivo, diga um, o melhor, o que você se orgulha de ser. Simples assim.

5. Saiba o que precisa melhorar

Quando um candidato diz que não sabe o que precisa melhorar em si, isso é muito preocupante. Que ser humano não tem o que melhorar? E não vem com a conversa que o que você precisa melhorar é trabalhar menos, ser menos perfeccionista ou algo neste sentido. Assuma o ponto que precisa evoluir e, melhor ainda, se aproxime de pessoas que sejam muito boas no que você precisa trabalhar. Não se afaste, pelo contrário, tenha humildade de aprender com ela, sente perto, pergunte. Isso fará a diferença.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail