Home > Notícias

5 motivos para automatizar processos de monitoramento e autenticação

Guilherme Borini

21/10/2016 às 15h29

5 motivos para automatizar processos de monitoramento e autenticação
Foto:

A luta diária da TI é buscar tornar os processos mais eficientes e garantir que os clientes executem suas atividades com segurança. Mas, para que as empresas alcancem esses objetivos, é fundamental diferenciar as transações legítimas dos clientes das atividades fraudulentas dos criminosos. E esse processo pode custar caro.

De acordo com a Easy Solutions - empresa especializada em segurança em cibersegurança -, bancos, cooperativas de crédito, operadoras de cartões de crédito e seguradoras, que estão sob constante pressão para reduzir os custos de suas atividades, têm demonstrado maior entusiasmo para a adoção de processos automatizados. A empresa afirma que, após a migração de agências físicas para plataformas móveis e digitais, a automação será o próximo passo para as instituições financeiras que desejam reduzir os custos e inconvenientes envolvidos a investigação de atividades suspeitas e, ao mesmo tempo, tornar as transações mais seguras e eficientes.

A companhia destacou que um sistema automatizado pode reduzir a duração do tratamento de um caso de 20 minutos para até 20 segundos e, para conscientizar o mercado, listou cinco motivos para automatizar processos de monitoramento e autenticação.

1. Menos erros humanos
Os próprios usuários podem validar transações que se afastam do seu comportamento regular, em vez de deixar a decisão de bloquear ou autorizar uma transação para um agente de fraude que nem sempre é capaz de entrar em contato com o usuário a tempo. Uma verificação eficiente da identidade do usuário significa que o fluxo de dinheiro e o comércio não serão interrompidos desnecessariamente.

2. Maior eficiência
Uma plataforma intuitiva de monitoramento de fraude trabalhando em conjunto com a autenticação automática e sem atritos de usuários, significa: economia substancial recursos, com menos investigações e menores prejuízos com fraude; possibilidade de gestão de casos adicionais sem a contratação de pessoal adicional; migração de um modelo reativo de investigação para um modelo proativo; e a coleta automatizada de dados e geração de relatórios.

3. Verificação multicanal de usuários em tempo real
A autenticação push, juntamente com outros fatores de autenticação forte, como fatores biométricos e senhas de uso único, pode ser usada para validar automaticamente as transações feitas através de diversos canais. Alguns destes canais incluem ambientes de cartão não presente e e-commerce, saques sem cartão, pagamentos ou transferências feitas através de dispositivos móveis, laptops ou desktops, saques em caixas eletrônicos, sistemas interativos de resposta de voz (URA) e terminais de ponto de venda.

4. Redução do risco de fraude
A automação da conexão entre uma plataforma inteligente de detecção de fraude e a autenticação de usuários em tempo real contribui para reduzir a ocorrência de novos tipos sofisticados de fraude. Resumindo: automação igual a redução de perdas com fraude.

5. Aumento da sensação de segurança e da satisfação do cliente
Clientes que não têm suas transações bloqueadas, mas sabem que suas instituições financeiras são seguras, são clientes felizes. Quando os clientes autenticam as próprias transações, eles se sentem mais seguros e satisfeitos.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail