Home > Colunas

5 motivos para optar por locação de infraestrutura de TI

Investir em compra de equipamentos nem sempre é uma experiência satisfatória, a locação elimina etapas e facilita alguns processos

Marcelo Cabral*

20/06/2019 às 15h23

Foto: Shutterstock

Na esteira da transformação digital, empresas focam suas ações em estratégias para alavancar resultados e com as instituições educacionais na onda da educação 4.0, o mesmo caminho é apontado como tendência. Afinal as escolas, em alguns casos, não contam com departamentos de TI especializados ou área de compras com conhecimento e expertise para aquisição de infraestrutura de TI. Além de demandar tempo e conhecimento, decidir pela melhor solução é uma tarefa que dispersa o foco dos gestores, que precisam de concentração absoluta na educação, retenção de alunos e gestão da metodologia pedagógica.

As gigantes de TI, Microsoft, Google e Apple disponibilizam para instituições do ensino infantil até o superior, soluções pedagógicas, que incluem desde ferramentas de aprendizagem até projetos de arquitetura para ambientação de espaços, denominados 'learning spaces' ou ambientes colaborativos, etapas que já demandam uma renovação da cultura no ambiente escolar, imagine então, lidar com configuração, cabeamento, servidores, chromebooks e notebooks individuais para uso do aluno?

Adotar o modelo de terceirização elimina algumas etapas burocráticas e alivia a gestão das escolas. Confira:

Redução de custos – Para as instituições com orçamento justo, inadimplência e falta de profissional qualificado, reduzir custos está na pauta diária, portanto eliminar custos indiretos com soluções 'Full outsourcing' que conectam entrega de equipamentos com serviços, no modelo 'Hardware as a Service' (HaaS), facilita a gestão e garante o funcionamento contínuo dos equipamentos instalados.

Suporte 24 x 7 – Já imaginou uma impressora com defeito na véspera de uma prova? A locação de TI com serviço garante suporte especializado, 24 horas, 7 dias da semana, além de reposição imediata de equipamentos em casos complexos de manutenção. É só acionar o Call Center do fornecedor, tudo garantido em contrato.

Tecnologia de ponta – O modelo de locação disponibiliza a tecnologia mais avançada sem que o gestor se preocupe com configuração, marca ou modelo. O importante é atender à necessidade da escola de acordo com a proposta pedagógica, e todos os produtos que englobam uma infraestrutura de TI como, desktops, 'chromebooks', tablets, notebooks, lousas digitais, projetores, carrinhos de recarga, impressoras, mobiliários para criação do learning spaces, ou até mesmo, projetos de consultoria em arquitetura completos, além de treinamento de gestores.

Agilidade – Imagine atender rapidamente a necessidade de uma escola que precisa de 500 computadores (entre servidores e chromebooks) para atender o início do ano eletivo ou o projeto de transformação digital? O processo de previsão de caixa para locação é mais rápido, simples e barato do que para compra. Além disso, é possível incluir no contrato, se necessário, atualização, upgrade e manutenção.

HaaS (Hardware as a Service) – Esse modelo de contratação permite que a instituição decida pela duração da locação, modelo de pagamento, tipo de suporte, reposição de suprimentos, entre outros fatores, dependendo do fornecedor e oferta de serviço.

E agora, está convencido sobre qual é a melhor forma de aquisição de infraestrutura de TI para a sua escola? Na ponta do lápis, a matemática de aquisição e locação, que a reboque engloba também serviços pesará na decisão, mas certamente, não será por falta de opção no mercado que as escolas poderão decidir o melhor caminho.

* Marcelo Cabral é gerente de produto e inovação da Agasus.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail