Home > Notícias

8 dicas de segurança do Itaú Unibanco para comprar on-line na Black Friday

Data registra aumento considerável no volume de transações, o que pede um cuidado extra na hora das compras para evitar fraudes

Redação

14/11/2018 às 9h20

Foto:

A data oficial é 23 de novembro, mas a Black Friday já está a todo vapor no comércio brasileiro, com diversos anúncios de ofertas em sites e lojas dos mais variados setores. Principal data do calendário do e-commerce brasileiro – e cada vez mais adotada por quem faz vendas físicas –, a Black Friday registra aumento considerável no volume de transações, o que pede um cuidado extra na hora das compras para evitar fraudes.

Segundo estimativa da Ebit/Nielsen, 88,6% dos e-consumidores têm intenção de fazer pedidos na data, uma alta de 8% em relação a 2017. Apenas no comércio eletrônico, o número total de compras deve chegar a 4 milhões.

Para que os consumidores façam suas compras de forma segura e aproveitem a data, Richard Bento, superintendente de segurança corporativa do Itaú Unibanco, preparou as dicas abaixo:

1. Computador confiável

Sempre e principalmente ao realizar transações online, utilize uma máquina com antivírus, navegador e sistema operacional atualizados e firewall ativado. Além disso, use redes sem fio conhecidas, com senha, ou sua conexão particular (3G ou 4G). Nunca faça compras ou transações bancárias em redes públicas.

2. Segurança

Sempre digite o endereço do site no navegador de internet. Antes de fornecer seus dados, verifique se o endereço do site começa com [https://]https://.

3. Senhas

Crie uma senha exclusiva para cada cadastro, evitando dados pessoais. Jamais use a mesma senha de acesso ao seu banco ou e-mail para cadastro em lojas.

4. Cartão virtual

Utilize o cartão virtual nas transações pela internet. Para isso, basta instalar o app do seu cartão, gerar um cartão virtual e realizar sua compra. O número será válido para uma única transação e por tempo determinado – evitando que criminosos o utilizem caso tenham acesso aos dados guardados pelo site.

5. Reputação da loja

Faça suas compras em sites conhecidos, consulte a loja em páginas de avaliação de reputação e veja quais são as políticas de privacidade. E mais: confirme se ela não está na lista restritiva do Serasa e confira informações como razão social, CNPJ e endereço. Não realize a compra se perceber alguma inconsistência.

6. Atenção constante

Desconfie de promoções com preços muito abaixo da média de mercado, mesmo na Black Friday. E fique atento a links enviados por e-mails ou redes sociais – eles podem direcionar para páginas falsas, com a intenção de roubar seus dados. Prefira acessar o site diretamente, digitando o endereço no navegador.

7. Golpe da troca do cartão

Nesse golpe, realizado em compras físicas, o fraudador diz que o pagamento com o cartão não foi autorizado ou que a maquininha está sem sinal, e pede que o cliente digite sua senha novamente. A máquina então captura os dados e o golpista devolve outro cartão, ficando com o verdadeiro e com a senha. Sempre confira se o nome impresso no cartão é mesmo o seu ao guardá-lo.

8. Comunicação já!

Entre em contato imediatamente com a central de atendimento de seu cartão caso tenha qualquer suspeita durante a transação. Ligue para o telefone impresso atrás de seu cartão físico ou para o número que está no site oficial da administradora.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail