Home > Notícias

“8chan tem que ser fechado, não faz bem algum ao mundo”, diz criador

Criado em 2013, 8chan tem se tornado base para discursos de ódio; nesta madrugada, o site perdeu suporte da Cloudflare, que também lamenta o ocorrido.

Wellington Arruda

05/08/2019 às 17h06

Usuários não se sentem "sobrecarregados" com informações vindas da internet
Foto: Shutterstock

Pelo menos 20 pessoas foram mortas e outras 26 feridas em um massacre que aconteceu em El Paso, Texas, no último sábado (4). O ataque a tiros aconteceu em uma loja da rede Walmart e um homem branco de 21 anos, identificado como Patrick Wood Crusius, foi preso.

A polícia encontrou um manifesto do acusado que coloca o massacre como um crime de ódio. Segundo informações, o suspeito teria se inspirado pelo site 8chan. Ele é um dos 19 milhões de clientes do provedor Cloudflare, que informou estar encerrando os seus serviços.

Em carta publicada no blog oficial, Matthew Prince, cofundador e CEO da Cloudflare, afirma que o 8chan deixa de ser um cliente à partir da meia noite de hoje (horário do Pacífico).

Segundo informa, "eles [8chan] provaram que não têm lei e que a ilegalidade causou várias mortes trágicas." Referindo-se ao uso da plataforma, Prince explica que o ambiente criado pela comunidade se tornou odioso.

Anteriormente, o Cloudflare já havia expulsado um outro site de "conduta repugnante", como diz em nota. Apesar disso, o executivo entende que este "não é mais um problema da Cloudflare, mas continua sendo um problema da internet."

Um lugar menos monitorado

O 8chan foi criado em 2013 como um spin-off do 4chan, mas sem moderação pesada. Ele foi iniciado pelo programador Frederick Brennan com intuito de oferecer uma plataforma mais aberta e anárquica. Mas, em comparação com outras redes, o 8chan não funciona como uma plataforma tradicional.

Em comunicado, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse estar trabalhando em ferramentas para "detectar atiradores em massa antes que eles ataquem". Este, no caso, seria um esforço de "agências locais e federais, bem como empresas de mídia social".

O presidente não especificou quais tipos de ferramentas seriam estas.

Ricardo Gennari, especialista em Inteligência Estratégica e Segurança, disse ao IT Forum 365 que "o governo, seja qual for, precisa monitorar estas redes, bem como a deep web e sites como o 8chan."

"Tem que ser fechado"

Em entrevista ao The New York Times, Brennan, criador do 8chan, disse:

"O site tem que ser fechado. Ele não está fazendo nada de bom para o mundo. É completamente negativo pra todos, exceto os que estão lá. E quer saber? É negativo para eles, também. Eles só não se deram conta disso."

Ele ainda afirma que tais problemas "são obviamente estruturais e sociais", mas que fechá-lo "seria um band-aid um tanto eficaz".

Citando um caso anterior, Prince, da Cloudflare, relata que "a remoção do 8chan da nossa rede elimina o nosso problema, mas não resolve os motivos pelos quais sites odiosos estão online. [a remoção] Não faz nada para explicar por que os disparos em massa ocorrem."

Na publicação, ele ainda informa que a empresa não quer se tornar "autoritária" nem decidir o que é conteúdo bom ou ruim. Neste caso, porém, "eles [8chan] são exclusivamente sem lei e a ilegalidade contribuiu para várias tragédias horríveis. Já é suficiente."

"O problema principal está no homem, sem qualquer apologia", diz Gennari. "Dentro destas conversas [do fórum] estão os discursos de ódio, principalmente contra latinos dentro dos Estados Unidos", completa.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail