Home > Colunas

Elogios importam no mundo corporativo. Entenda

Elogiar impacta positivamente e torna o ambiente leve, concretizando a união que uma equipe necessita para apresentar resultados extraordinários.

*Fernanda Tochetto

05/08/2019 às 17h34

Quais gerações fazem parte do mercado de trabalho
Foto: Shutterstock

O aspecto psicológico do ser humano é essencial para que ele tenha bom desempenho em qualquer tarefa a que se proponha, ainda mais no âmbito profissional, em que a concorrência é grande e mínimos detalhes podem significar o sucesso ou o fracasso de uma empresa. Nesse sentido, ganha importância o incentivo emocional por parte de um líder de equipe. Um elogio bem colocado tem o poder de gerar aquele esforço a mais do funcionário e fazer a diferença na entrega dos resultados.

Defendo que se pratique o elogio sem moderação. Ele vai impactar positivamente, tornar o ambiente leve e concretizar a união que uma equipe necessita para apresentar resultados extraordinários. Baseio minha posição na linha de Losada, padrão matemático desenvolvido pelo psicólogo e economista chileno, Marcial Losada, o qual aponta que para o liderado ser bem-sucedido ele precisa receber mais críticas positivas do que negativas em relação ao seu trabalho.

Líderes de equipe precisam elogiar sempre que possível seus comandados. Tomando como base a linha de Losada, para que os funcionários mantenham um desempenho razoável de entrega, é preciso três reconhecimentos positivos - não necessariamente verbais - para uma crítica negativa, por parte do líder. Da mesma forma, muitos elogios acabam prejudicando a performance. O ideal, segundo o padrão matemático, é a proporção de quatro a 10 elogios para uma crítica negativa.

Elogios não são importantes apenas no âmbito profissional. Nas relações entre familiares e amigos um comentário positivo também faz toda a diferença. Admire a pessoa, fale sobre suas atitudes, pergunte sobre suas conquistas profissionais, elogie sua competência e beleza, destaque sua lealdade e cumplicidade, louve a sua amizade. Elogios transformam a relação para o bem e devem ser feitos o quanto antes possível. De nada adianta começar a elogiar, quando a pessoa não se importa mais.

*Por Fernanda Tochetto, psicóloga e master coach, especialista em prosperidade e empoderamento feminino

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail