Home > Colunas

A tecnologia como ferramenta na gestão de risco

Para a estratégia de prevenção de riscos ser bem-sucedida é essencial o conhecimento detalhado de todas as possíveis ameaças

Eduardo Tardelli*

28/05/2019 às 7h15

Foto: Shutterstock

A tecnologia é o agente responsável por auxiliar gestores em todas as suas atribuições, desde o processo de planejamento até a tomada de decisão. São práticas que uma empresa desenvolve para evitar possíveis ameaças, internas ou externas. É um trabalho, em sua essência, preventivo, feito, atualmente, com ferramentas que ajudam a automatizar as atividades que antes eram realizadas manualmente, verificando e acompanhando possíveis ações que gerem riscos, além de aprimorar diversas etapas da gestão de risco, como por exemplo checagem de funcionários (KYE).

Gerir riscos não é uma tarefa fácil, mas como todo processo, se existir um bom planejamento por trás, é possível antecipar-se a eles. Entre os principais problemas que um negócio está à mercê, encontramos as fraudes; corrupção; lavagem de dinheiro; conflitos de interesses, entre outros. Lembre-se que existem diferentes tipos de gestão de riscos em que os softwares especializados são recomendáveis. Corporações que têm contratações de alto risco, fornecedores com produtos sensíveis ou até mesmo empresas com recebem doações tendem a ter um foco maior em processos de checagem de terceiros: conheça seu funcionário ('know your employee/KYE'), conheça seu fornecedor ('know your supplier/KYS') e conheça seu desenvolvedor (know your developer/KYD), respectivamente. Mas, também existem outros tipos de riscos, como por exemplo os de dano físico ao funcionário, que exigem outras práticas.

Em suma, três pontos podem ser cruciais para uma empresa no combate a prevenção de riscos: antecipe fraude e corrupções fazendo levantamento de dados, estruture times eficientes e evite conflitos de interesses e, por fim, conheça todo o histórico de uma empresa parceria, desde a sua fundação. E use a tecnologia em benefício da sua empresa, afinal, softwares de gestão são positivos, pois fornecem informações de forma precisa e dinâmica, e mudam a forma como um diretor de gestão de riscos toma decisão.

*Eduardo Tardelli é CEO da upLexis, empresa de software que desenvolve soluções de busca e estruturação de informações extraídas de grandes volumes de dados (Big Data) extraídos da internet e outras bases de conhecimento

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail