Home > Notícias

Bancos apostam em pagamentos móveis para impulsionar bancarização

Déborah Oliveira

23/06/2016 às 14h56

Bancos apostam em pagamentos móveis para impulsionar bancarização
Foto:

Dados da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), citando levantamento do Banco Central do Brasil (Bacen), mostram que o índice de bancarização no Brasil chegou a 89,6% em 2015, considerando o relacionamento da população com bancos a partir do acesso a serviços essenciais. Apesar do salto no número, instituições financeiras querem alcançar níveis ainda mais saltos e conquistar a população que usa, essencialmente, celulares como ferramenta para primeiro acesso à web.

Ao discutir o tema no Ciab, que se encerra hoje (23/6), em São Paulo, executivos do segmento afirmaram que nos últimos meses ampliaram suas estratégias na área para acelerar ações de carteiras digitais.

Jorge Pedro de Lima Filho, superintendente Nacional de Cartões e Meios de Pagamento Eletrônicos da Caixa Econômica Federal, lembrou que, hoje, o Brasil soma 204 milhões de habitantes e 281 milhões de celulares. Contrariando os números da Febraban, o executivo afirmou que 40% no total da população brasileira não é bancarizada. Mas com o sucesso da mobilidade, há grande possibilidade de usar aparelhos móveis para ampliar o uso de serviços financeiros entre cidadãos.

“Nossa estratégia é trabalhar com clientes de baixa renda e conseguirmos transferir não bancarizados para bancazariados. Temos 23 milhões de contas, das quais 9 milhões são simplificadas. Atingir 10 mil de clientes por meio da simplificada já é um esforço, mas não é suficiente. A ideia é evoluirmos no mobile”, assinalou.

Para isso, o banco está apostando na estratégia que batizou de mobile money, por meio do TIM Multibank Caixa, transferindo pequenos valores pagos pelos clientes para o celular. O executivo explicou que nesse modelo, o cliente tem uma conta, com cartões de débito e crédito parecida com uma tradicional, mas também usa SMS para operações.

>> Confira a cobertura completa do evento

Em parceria com a MasterCard e a TIM, o TIM Multibank Caixa é uma conta pré-paga no celular que permite usar o aparelho para pagar contas, transferir dinheiro eletronicamente e fazer recargas, além de compras com um cartão MasterCard opcional.

A ideia a partir de agora, afirmou Lima Filho, depois da experiência positiva do TIM Multibank Caixa, é continuar trabalhando a inclusão financeira da população usando novos caminhos, sempre apostando em parcerias.

O executivo contou, ainda, que para a outra faixa de clientes a Caixa está investindo em alianças com carteiras virtuais com empresa como Samsung. O banco, inclusive, fez sua primeira transação com Samsung Pay no Brasil.

Para Marco Antonio Mastroeni, diretor de Negócios Digitais do Banco do Brasil, rapidamente carteiras digitais passarão a ser core dos bancos, fazendo com que eles pensem rapidamente na evolução da transformação de seus negócios.

Segundo ele, essa necessidade fez o BB se adaptar. Durante sua apresentação, o executivo assinalou que o banco tem realizado uma série de melhorias no aplicativo do Ourocard-e, plataforma de cartões digitais do Banco do Brasil. “Ele ainda não é uma carteira digital, mas tem potencial. Estamos melhorando a gestão e o relacionamento com o cliente com base no app para depois avançar”, sintetizou.

Mastroeni apontou que na última atualização do app, o BB incluiu pagamento via NFC, gestão inteligente do extrato, que mostra comportamento de gastos, por exemplo, geolocalização de compras e geração de cartão virtual para aquisições no e-commerce. Desde quando foi lançado, em 2014, o Ourocard-e atingiu a marca de 300 mil cartões emitidos e 1,3 milhão de compras realizadas. “No futuro, queremos incluir no app outros tipos de cartões, como alimentação, comida, transporte e gestão de programas de fidelidade”, adiantaram.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail