Home > Notícias

Big data é aposta do Governo de Goiás na gestão da educação pública

Karen Ferraz

09/01/2015 às 10h48

Big data é aposta do Governo de Goiás na gestão da educação pública
Foto:

A Secretaria de Educação de Goiás aposta no big data para analisar
informações geradas por diversas secretarias de ensino de todo o Estado. O
banco de dados do órgão, que armazena dados administrativos e pedagógicos alimentados
por funcionários, é acessado diariamente por cerca de 20 mil usuários. Em
algumas situações, a demanda de requisições de dados por segundo chega a 1,5
mil.

Com objetivo de efetuar o cruzamento e análise dessas
informações e produzir relatórios com agilidade para suportar a tomada de decisões
no âmbito da
educação, a secretaria adotou a plataforma de gerenciamento de dados
da Microsoft, SQL Server. A plataforma integra o Sistema Integrado de Gestão
Escolar de Goiás, que armazena dados sobre alunos infrequentes, merenda
escolar, entre outros.

Por meio de análises, a secretaria já conseguiu obter
informações relevantes a partir de seu banco de dados que definiram ações junto
a Subsecretarias e Unidades de Ensino com o objetivo de melhorar a qualidade da
educação no Estado, explica Ricardo Pereira Borges, chefe do Núcleo de
Tecnologia Educacional da Secretaria de Educação de Goiás (NUTE). 

O uso da plataforma também permitiu a criação de ferramentas
como o Portal do Diretor e o Diário Eletrônico, que ajudam diretores e
professores em tarefas e projetos. Além disso, o SQL Server possibilitou o
desenvolvimento de um portal baseado em Sharepoint utilizado por professores para
buscar informações sobre ações pedagógicas. Pais e alunos também têm acesso à ferramenta,
e podem consultar recursos como calendário escolar e realizar a matrícula via
web.

“É notório que a sociedade como um todo vem abraçando
intensamente o uso da tecnologia e seria impossível que isso não tivesse
reflexos no ambiente educacional. Em Goiás, acreditamos que a tecnologia bem
aplicada torna-se um recurso de fundamental importância para a transformação da
educação”, afirma diz Borges.

O projeto com o SQL Server pela Secretaria de Educação de
Goiás é parte do programa Microsoft CityNext, iniciativa que busca incentivar governos
a adotarem as principais tendências tecnológicas, como big data e nuvem, com
intuito de melhorar a qualidade dos serviços oferecidos. Atualmente, o órgão
utiliza a versão 2012 do SQL Server, mas é a expectativa é migrar para a versão
2014 até fevereiro.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail