Home > Notícias

Brasil tem aumento de 23% na velocidade média da internet no primeiro trimestre, diz Akamai

Gabriela Stripoli

27/06/2014 às 15h37

Brasil tem aumento de 23% na velocidade média da internet no primeiro trimestre
Foto:

O Brasil registrou velocidade média de internet de 2,6 mbps no primeiro trimestre do ano, um aumento de 23% em relação a igual período do ano anterior. Em comparação sequencial, ou seja, com o quarto trimestre do ano passado, houve queda de 3,1%, segundo dados do estudo State of Internet, realizado pela Akamai.

No total, 98 países cobertos pela pesquisa viram os níveis médios de internet subir no período, com 39 deles marcando recorde de alta acima da casa dos 10%. Globalmente, a internet teve elevação de 24% na velocidade média em relação ao primeiro trimestre do ano passado e 1,8% em comparação com o intervalo entre outubro de dezembro de 2013.

O pico médio de conexão, contudo, cresceu apenas 0,2% na comparação anual, para 17,9 Mbps. É o menor aumento em relação aos países – o maior fica com o Uruguai, de 206%. Ao todo, foram 103 os que tiveram aumento nesse índice. 

Banda Larga
Enquanto isso, a adoção global de banda larga acima de 10 Mbps passou a casa dos 20% primeira vez no primeiro trimestre do ano, após ter elevação de 9,4% na comparação trimestre a trimestre. 

4K
A novidade do relatório deste ano foi um capítulo a respeito da “preparação” da internet para receber conteúdos em 4K, em altíssima resolução. Em linhas gerais, estima-se que a tecnologia requer banda entre 10 Mbps e 20 Mbps, então o objetivo é identificar localidades mais prováveis de sustentar streamings nessa faixa.

Globalmente, apenas 11% das conexões da Akamai no primeiro trimestre se classificam acima de 15Mbps. A Coreia do Sul lidera a lista com 60% de nível nesse intervalo, quase o dobro do Japao, na segunda posição, com 32% das conexões nesse nível. Os países no top 10 dessa lista não diferem muito daqueles com a melhor velocidade média, e somam-se a eles: Hong Kong, Suíça, Letônia, Holanda, Suécia, Noruega, Finlândia, República Checa.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail