COMUNIDADE
Qual talento será mais cobiçado pelo mercado de TI em 2017?

Qual talento será mais cobiçado pelo mercado de TI em 2017?

Executivo da CompTIA revela profissional em alta e capacidades exigidas pelas empresas

Se 2016 foi o ano dos ciberataques, 2017 será o dos profissionais de segurança. A previsão é da CompTIA, que após pesquisa com empresas de TI identificou que o talento será altamente cobiçado nos próximos meses. Segundo o estudo, o cargo de analista de segurança cibernética foi o que mais cresceu no ano passado, e a demanda continuará aquecida em 2016.

O estudo indicou que, conforme as empresas aprimoram suas práticas de cibersegurança, elas devem se preparar para navegar em um ambiente complexo de contratação se quiserem garantir a qualificação dos talentos.

“Estamos vendo que será tudo sobre segurança. Se companhias querem fazer coisas como internet das coisas (IoT, na sigla em inglês), por exemplo, precisam pensar no tema logo no início do projeto”, alerta Leonard Wadewitz, diretor da CompTIA para América Latina e Caribe.

De acordo com Wadewitz, como o perímetro de segurança tradicional se dissolveu na nuvem, há maior demanda por conjuntos de habilidades híbridas que fundem analytics, negócios e segurança.

O executivo destaca que as capacidades desse profissional devem incluir, ainda, conhecimentos para configurar e usar ferramentas de ameaça, além de interpretar resultados de alertas de vulnerabilidades e riscos.

Os salários desses talentos também estão em alta, aponta ele. Nos Estados Unidos, variam entre US$ 100 mil e US$ 120 mil anuais. Embora não tenha dados locais, ele afirma que em solo nacional os valores pagos também estarão acima da média do mercado.

Comentários
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nessa publicação.

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.