Home > Notícias

China usa nova arma para censurar internet

Déborah Oliveira

10/04/2015 às 13h50

China usa nova arma para censurar internet
Foto:

No mês passado, a China começou a inundar sites norte-americanos com uma enxurrada de tráfego em um aparente esforço para tirar serviços que permitem que os usuários de internet na China vejam de outra forma websites bloqueados no país.

Relatórios de segurança iniciais sugerem que a China paralisou os serviços por meio da exploração de seu filtro de internet - conhecido como Great Firewall - para redirecionar enormes quantidades de tráfego para os seus alvos. 

Agora, no entanto, pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Berkeley, e da Universidade de Toronto dizem que a China não utiliza o Great Firewall, mas uma nova e poderosa arma que eles estão chamando de Great Cannon.

Essa ferramenta, segundo documentos, permite que a China intercepte o tráfego web de fora do país, direcionando-o para sites chineses. Além disso, injetam códigos maliciosos e redirecionam o tráfego.

Segundo informações do jornal The New York Times, o sistema foi utilizado para interceptar web e publicidade para o site Baidu - maior motor de busca da China – a partir do GitHub. Os ataques ainda estavam no ar na quinta-feira (9/4), disseram os pesquisadores, apesar de ambos os sites estarem funcionando normalmente.

Pesquisadores sugerem que o sistema poderia ter recursos mais poderosos. Com alguns ajustes, o Great 
Cannon poderia ser usado para espionar qualquer pessoa que passa a buscar o conteúdo hospedado em um computador chinês, mesmo visitando um site não-chinês que contém o conteúdo da propaganda chinesa.

Os pesquisadores do caso, afirmaram que a nova arma da internet da China é semelhante à desenvolvida e utilizada pela Agência Nacional de Segurança dos Estudos Unidos (NSA, na sigla em inglês) e do seu homólogo britânico, o GCHQ, sistema descrito em documentos sigilosos vazados por Edward J. Snowden.

Para evitar a vigilância da China, os pesquisadores afirmam que a única maneira é criptografar o tráfego de internet de modo que não poderão ser interceptados e desviados à revelia do usuário.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail