Home > Colunas

Cidades inteligentes, gerenciamento inteligente

A tecnologia está se tornando um parceiro estratégico para alavancar para o desenvolvimento do Brasil

Rodrigo Paiva*

12/04/2019 às 16h51

Foto: Shutterstock

No mês de março, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) selecionou três municípios brasileiros para se tornarem cidades inteligentes com a implementação de Internet das Coisas (IoT). São eles: Santa Rita do Sapucaí (MG), Caxambu (MG) e Piraí (RJ). É um grande passo para que o Brasil entre no hall dos países que estão transformando seus municípios por intermédio da conexão.

De acordo com o projeto, as cidades utilizarão soluções de IoT para iluminação, segurança e rastreamento de veículos.

As cidades inteligentes utilizam avançadas soluções de TI para promover melhora na qualidade de vida, desenvolvimento sustentável e maior crescimento econômico. Em uma cidade inteligente tudo é conectado via Wi-Fi público de alta velocidade, o que possibilita a interligação de sistemas de iluminação, tráfego, transporte público e muito mais.

Cidades de todo o mundo estão adotando a transformação digital e implantando também soluções de IoT para que bancos, hospitais, escritórios, parques, cruzamentos, estacionamentos etc. estejam conectados.

O Brasil então começa seu processo de criar cidades mais inteligentes, seguras e eficientes. Os avanços em tecnologias, incluindo 5G, serviços em nuvem, AI e Edge Computing, fornecem a base para essa grande revolução. As tecnologias de computação de ponta e 5G estão permitindo melhor conectividade, novos serviços e menor latência, enquanto o machine learning e a inteligência artificial permitem análises em tempo real para que os usuários possam tomar decisões.

A era da conexão avança rapidamente e é importante que as instituições governamentais reflitam sobre como essas intrínsecas redes serão gerenciadas. Todo o controle é feito por servidores que demandam uma estrutura robusta e equipe especializada. Existem no mercado soluções que oferecem facilidade e flexibilidade que permitem redução considerável dentro da estrutura de gestão por intermédio de ferramentas capazes de reduzir custos com instalação e suporte técnico.

Portais on-line totalmente seguros oferecem informações inteligentes sobre o comportamento de uma rede e permitem uma rápida tomada de decisão para expansão, melhorias de performance e solução de problemas.

Plataformas permitem gerenciar uma quantidade infinita de ativos de rede, quer eles estejam instalados em uma central ou em diferentes localidades, pois sua interface online permite o gerenciamento centralizado e desfaz a necessidade de se ter uma equipe de TI dedicada para o gerenciamento de cada planta instalada. Desta forma, é possível reduzir custos de instalação, suporte e manutenção dos equipamentos em uso.

É um grande novo mundo bem à frente de nossos olhos. E para que todos possamos desfrutar da melhor maneira, deve-se atentar para a infraestrutura que organize o complexo emaranhado de sistemas. Nesse momento é também fundamental optar pelas melhores opções do mercado. Caso contrário, a cidade inteligente emburrece rapidamente.

*Rodrigo Paiva é gerente de Marketing e Produtos da D-Link

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail