Home > Startups e inovação

2018: o ano que atingimos 10 mil startups mapeadas!

ABStartups

22/01/2019 às 8h00

Foto:

No final de 2018, o StartupBase atingiu a marca de 10 mil startups cadastradas no Brasil. Além de visibilidade para o ecossistema, esse número comprova a maturidade do segmento.

Sem dúvidas, 2018 foi um ano importante para o ecossistema brasileiro de startups. Ao longo do ano, entre notícias de IPOs, unicórnios e crescimento dos hubs de inovação, atingimos uma marca muito significativa: 10 mil startups brasileiras mapeadas no banco de dados da Associação Brasileira de Startups.

O que isso significa? Mais que um número, o resultado que mostra como o mercado nacional está ficando maduro e em constante crescimento. O mercado de startups brasileiras dobrou nos último seis anos: em 2012, eram 2519 startups cadastradas na associação e em 2017, esse número alcançou 5147 empresas.  E agora, demos mais um passo nos dados sobre o ecossistema.

Estatísticas do StartupBase - atualizadas em 17/01/2019

De onde vem esse número?

Em 2018, crescemos exponencialmente o número de startups mapeadas. Esse número nada mais é do que o resultado das ações que realizamos durante esse ano - parcerias com outros players e bases de dados, o programa de comunidades da Abstartups e os eventos como o Startup.On que rodaram todas as regiões do Brasil.

Essa aproximação direta com as comunidades, permitiu um trabalho ainda melhor para reunir os dados reais do ecossistema e conseguir mapear tantos startups que ainda estavam fora do nosso radar, como os novos negócios que surgem a todo momento.

Aliás, se quiser nos ajudar com o mapeamento e indicar sua comunidade para entrar no nosso radar, saiba aqui como participar.

O que mais ele representa?

Além do número total de startups, o StartupBase oferece informações segmentadas por momento, modelo de negócio e mercado, entre outras categorias, como founders, programas de aceleração que a startup passou, de qual hub ela faz parte e por aí vai.

Com esses dados, é possível entender por exemplo, que hoje no mercado, o modelo SaaS (39,97%) ocupa a 1º posição, seguido por marketplace e e-commerce. E que 46,3% das startups brasileiras operam para o público B2B.

Unicórnios brasileiros

O mercado de startups já começou o ano aquecido: o tão sonhado unicórnio brasileiro chegou em janeiro, com a compra da 99 pela chinesa Didi Chuxing numa transação envolvendo R$ 960 milhões.

Ao longo do ano, Nubank e PagSeguros também conquistaram seu lugar no pódio dos unicórnios. A PagSeguro, que nasceu do UOL abriu seu IPO no mercado de capitais e captou US$ 2,6 bilhões na Nasdaq, a bolsa de Nova York.

Unicórnio é como são conhecidas as startups avaliadas em US$1 bilhão de dólares. Mas  além disso, você sabe o que torna essas empresas tão diferentes das outras startups? Entenda mais sobre as características dos unicórnios.

O mercado de olho nas startups

Além dos unicórnios, este foi um ano em que as startups atraíram olhares de grandes empresas nacionais. Bancos como Itaú e Bradesco, ampliaram seus espaços de inovação - a exemplo do novo prédio do CUBO, onde grandes corporações lideram andares temáticos como educação (Kroton), varejo (BR Malls), saúde (DASA), indústria (Schneider) ou fintech (Itaú e Rede) e a inauguração do inovaBra Habitat. Considerando os dois espaços, são mais de 400 lugares para hospedar startups.

O Ifood, principal aplicativo de delivery de comida do país fechou o ano com um aporte de quase R$2 bilhões, o maior aporte privado da América Latina. Além da Movile, participaram da rodada a Innova e a Naspers.

E o que esperar para 2019?

O movimento de startups deve continuar cada vez mais forte em 2019. A expectativa é que o número de startups mapeadas em todo Brasil chegue a marca de 15 mil startups. Entre os mercados que devem movimentar o setor, estão as fintechs, alimentos e health techs que vem se destacando pelo alto potencial de consumo do mercado.

Quer acompanhar os dados do ecossistema? Acesse as estatísticas do StartupBase e acompanhe em tempo real.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail