Home > Gestão de conhecimento: potencializando a estratégia organizacional

Iniciando novo tema no Blog: Arquitetura Corporativa

Fernando Zaidan

14/08/2013 às 9h51

Foto:

Olá Pessoal, tudo bem com vocês?

Ano novo, tema novo no Blog: Arquitetura Corporativa. Estou muitíssimo feliz em poder compartilhar com vocês este assunto de tamanha importância.

Antes de começar no que realmente interessa, vai aí uma pequena mensagem para o ano que se inicia: Em 2013, mude! Afinal, mudar é preciso. Não seja resistente. Lembre-se que nem tudo o que muda melhora, mas tudo o que fica melhor, sempre passa por mudanças.

Vamos então à Arquitetura Corporativa.

Incialmente é necessário esclarecer que não existe um consenso sobre o termo que dá o título a este Blog. Uma coisa é fato, em inglês existe: Enterprise Architecture. No Brasil, existe certa confusão do que usar. Cada autor utiliza uma nomenclatura que acha mais indicada, mais apropriada em dado contexto específico. Os mais comuns são:

  • Arquitetura Corporativa
  • Arquitetura Empresarial
  • Arquitetura Organizacional
  • Arquitetura Organizacional de TI

Neste Blog, usaremos Arquitetura Corporativa, mas se escapar outro termo, será válido também.

Antes de adentrar no conceito de Arquitetura Corporativa, vamos definir Arquitetura. No Aurélio, tem-se que Arquitetura é arte de criar espaços organizados e animados, por meio do agenciamento urbano e da edificação, para abrigar os diferentes tipos de atividades humanas. É a disposição das partes ou elementos de um edifício ou espaço urbano. Plano, projeto, etc.

Já Pressman (2006), renomado autor da Engenharia de Software, também esclarece a arquitetura, relacionando-a com as diversas disciplinas, no entorno de um projeto, observando os seguintes pontos e considerando de forma geral a estrutura física:

  • É a maneira pela qual os vários componentes do edifício são integrados para formar um todo coeso.
  • É o grau com que o edifício alcança sua finalidade declarada e satisfaz as necessidades do proprietário.
  • É o sentido estético da estrutura, o impacto visual, o modo pelo qual texturas, cores e materiais são combinados para criar a fachada externa e o ambiente de convivência interno.

Agora, procurando uma boa definição para Arquitetura de Sistemas, encontramos no IEEE-1471 (O IEEE Computer Society elaborou o padrão IEEE-Std-1471-2000, que é um conjunto de práticas recomendadas para descrever arquiteturas de sistemas de informação). Arquitetura de Sistemas é a organização fundamental de um sistema, cujo corpo é formado por seus componentes, suas relações com outros sistemas nos ambientes internos e externos, e os princípios que regem a sua concepção e evolução.

Para não tornar este post extenso demais, os conceitos de Arquitetura Corporativa serão vistos nos próximos artigos, ok.

Até lá.

Zaidan

 

Referências

IEEE.  IEEE Recommended Practice for Architecture Description of Software-Intensive Systems, ANSI/IEEE Std 1471, ISO/IEC 42010, 2000. Disponível em:<http://www.iso-architecture.org/ieee-1471/>. Acesso em: 03 jan. 2013.

PRESSMAN, R. S. Engenharia de software. 6. ed. São Paulo: Mc Graw Hill, 2006.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail