Home > Por dentro da IT

O que o tempo fez por nós

IT Mídia

19/04/2016 às 15h05

Foto:






O tempo nunca nasceu; ele esteve sempre presente no universo. Mas o seu destino muda quando desperta e toma consciência de sua existência. Tomado por uma paixão, enfrenta o dilema: desafiar o maior vilão das galáxias ou desistir da amada? Na tentativa de conquistá-la, ele a perde de vista e, agora, busca uma maneira de resgatá-la. Assim chega ao planeta Terra e descobre o fenômeno do pôr do sol. Estamos em 2.750 A.C., na antiga Suméria. Então, um poderoso homem, percebendo o poder daquela entidade, aprisiona o tempo no topo de uma montanha de pedra, que viria a se tornar, mais tarde, o primeiro relógio criado pela humanidade.

Não adianta procurar perfeita lógica e regularidade na história acima. Você não irá encontrar normalidades. E é assim que, muitas vezes, a inovação disruptiva ocorre: parte de uma percepção sutil, de capacidade intuitiva e criatividade sem censura. A 18ª edição do IT Forum entra nessa categoria, a de ponto de virada na história do encontro e da própria IT Mídia, a partir da criação de uma experiência lúdica e esclarecedora em relação ao uso que fazemos do tempo.

O IT Forum 2016 é o primeiro evento de negócios, no Brasil, a compreender uma grandiosa estrutura de gamification, baseada em uma profunda metodologia de storytelling. Em dois jogos que ocorrem paralelamente, convidados e patrocinadores decidirão os rumos da Ordem dos Guardiões do Tempo, responsáveis por controlar aquele que, talvez, seja o nosso recurso mais valioso.

Tudo isso foi adicionado ao já complexo funcionamento das reuniões de negócio e sessões de conteúdo do evento, com o objetivo de facilitar o relacionamento entre as pessoas e nelas reativar poderes naturais e incríveis do ser humano - sensibilidade, inspiração, consciência sobre o que nos move, entre outros. Não se trata de acreditar: nós sabemos o que essas habilidades podem fazer por indivíduos, negócios, comunidades e mercados.

Esta não é a primeira inovação disruptiva que fazemos no IT Forum. A primeira é o marco de criação do evento, inspirado por experiências vividas por mim e Miguel em eventos no Brasil e nos Estados Unidos. Juntamos o dinamismo das feiras como Fenasoft e Condex; o modelo norte-americano de isolar os clientes em um pedaço paradisíaco do mundo, por alguns dias; e a atitude espontânea de receber bem as pessoas, de criar intimidade e vínculo.

Acolhimento é a chave de tudo o que fazemos. E não adianta simular e planejar esse tipo de coisa. Por isso o IT Forum se tornou um modelo único, nascido em um contexto visceral, inspiracional, ousado.

Outra quebra de paradigmas ocorreu em 2009, quando criamos a agenda personalizada para cada convidado, com o pré-agendamento de reuniões de negócio one to one entre quem compra e vende tecnologia de informação, além da escolha de sessões de conteúdo conforme a preferência do convidado. Estamos falando de 2.100 reuniões de negócio e 240 diferentes agendas, a serem organizadas e cumpridas com pontualidade, eficiência e cuidado.

As inovação disruptivas e evolutivas permeiam toda a trajetória do IT Forum, sempre com o intuito de aperfeiçoar a maneira como entregamos conteúdo, relacionamento e negócios. Mas há um elemento especial nesta edição: somada às fortalezas que construímos nesses anos, houve uma preparação acirrada. Entre planejamento e análise, as lideranças da IT Mídia gastaram 100 horas (a média, nas edições passadas, foi de 60 a 70 horas), sem contar todo acompanhamento e execução do plano. E isso significa maturidade. O tempo nos presenteou com sua sabedoria.

O IT Forum 2016 começa daqui a pouco. E estarei por aqui, durante os próximos dias, para dividir com você esse momento histórico.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail