Home > Xandó: Avaliações e Opiniões

PapoFácil: Ford, a tecnológica Fábrica Camaçari

Flavio Xandó

21/11/2017 às 9h16

Foto:

Rafael Marzo, Gerente Global do Projeto Ecosport, conta detalhes da fábrica do Camaçari na Bahia, suas áreas de competência e excelência, começando pela divisão de criação de projetos, produção de motores, body shop, montagem, controle de qualidade, etc. No final vídeo mostra uma montagem com as etapas de fabricação. Clique na imagem abaixo para assistir.

Gravado em 14/11/2017 em Camaçari, Bahia

Lamentavelmente um problema técnico gerou fortes interferências e ruídos na gravação. Tratei digitalmente o áudio. Melhorou muito, a ponto de eu poder usar o material, mas a qualidade do som ainda está ruim em alguns pontos. 


PAPOFÁCIL #104 Ford Fábrica Camaçari
.

 

FORD EM CAMAÇARI

Dados Gerais – Complexo Industrial Ford Nordeste (CIFN)

  • Inauguração: 12/10/2001 (fábrica de motores foi inaugurada em abril de 2014);
  • Veículos produzidos: Novo EcoSport e Novo Ka (Hatch e Sedan);
  • Motor produzido: 1.0 TiVCT Flex 3 cilindros;
  • Capacidade de produção: 250 mil carros/ano; 210 mil motores/ano;
  • Único Centro de Desenvolvimento do Produto da Ford na América do Sul (existem oito PDs no mundo);
  • 7,9 mil empregos no CIFN (cerca de 50% dos empregos diretos gerados no Polo Industrial de Camaçari);
  • 90% de mão-de-obra local;
  • Porto em Candeias para importação e exportação de veículos, com capacidade de armazenamento de 6.024 unidades.

Investimentos 

A Ford realiza investimentos constantes no Brasil e na região. O primeiro grande investimento foi em 2001, na construção da fábrica. Naquela época, foram investidos US$ 1,9 bilhão na construção (US$ 1,2 bi Ford e US$ 700 mi dos fornecedores). Em 15 anos muitos outros investimentos foram realizados para garantir que a unidade utilize tecnologias de última geração e siga os mais avançados processos tanto no desenvolvimento como na produção de veículos, capazes de fazer dessa fábrica a primeira no Brasil a lançar dois produtos globais de sucesso: o Novo EcoSport e o Novo Ka, o que reforça a condição estratégica da unidade baiana para a Ford mundial. A fábrica de motores também foi um dos grandes investimentos realizados na unidade baiana em 2014.

Linha do Tempo 

  • 2001 – Inauguração do Complexo Industrial Ford Nordeste, em Camaçari (Bahia)
  • 2002 – Lançamento do Novo Fiesta e início do segundo turno
  • 2003 – Lançamento do utilitário esportivo compacto EcoSport
  • 2004 – Lançamento EcoSport 4WD, Novo Fiesta Sedan e implantação do terceiro turno
  • 2005 – Inauguração do Terminal Portuário Privativo Miguel de Oliveira e EcoSport Flex
  • 2006 – Fiesta 1.0L Flex e EcoSport Automático
  • 2007 – Novo Fiesta, Fiesta Trail e 1 milhão de unidades produzidas
  • 2008 - Lançamento do EcoSport Flex 2.0
  • 2009 – 500 mil EcoSports produzidos e 1.5 milhão de veículos produzidos
  • 2010 – Terminal Portuário Privativo Miguel de Oliveira movimenta 500 mil veículos e fábrica atinge a marca de 1 milhão de unidades do Novo Fiesta
  • 2011 – Ford anuncia nova fábrica de motores
  • 2012 – Lançamento do Novo EcoSport (1º global) e 2 milhões de veículos produzidos
  • 2013 -  Lançamento do Ford Ka (2º global) liderado pela Engenharia do Brasil
  • 2014 – Inauguração da fábrica de motores de Camaçari
  • 2015 -  Lançamento do Programa de Educação para Jovens
  • 2016 – 200 mil motores produzidos na fábrica de Camaçari
  • 2017 – Lançamento do Novo EcoSport, Ka Trail e 3 milhões de unidades na fábrica de Camaçari

Impactos Econômicos

  • A Ford foi a primeira montadora a se instalar no Nordeste e foi pioneira também com a primeira fábrica de motores;
  • A vinda da Ford para a Bahia representou uma quebra do modelo histórico de concentração regional da indústria automotiva no país;
  • A implantação da fábrica fez de Camaçari um “player” no mercado mundial, proporcionando um enorme incremento ao processo de industrialização local, não só pelos seus efeitos diretos, mas também por tudo que a indústria automobilística é capaz de gerar no cenário da economia baiana;
  • Favoreceu a chegada de duas fábricas de pneus, a Bridgestone-Firestone e a Continental;
  • Com o adensamento da cadeia automotiva, a Columbia Chemicals, fornecedora da matéria-prima para a produção de pneus, também se instalou no estado, contribuindo para o crescimento econômico da Bahia;
  • O aporte de renda na região resultou no aquecimento do comércio e no surgimento de novos empreendimentos;
  • O Complexo Industrial Ford Nordeste gera atualmente 7.939 empregos diretos;
  • Todo o Polo Industrial de Camaçari emprega 15 mil pessoas diretamente. Dessa forma, somente o Complexo Ford é responsável por cerca de 50% de todos os empregos diretos gerados no Polo. A maioria deles, pessoas das regiões de Camaçari, Dias D'Ávila e Simões Filho;
  • A implantação do Complexo Industrial Ford Nordeste também representou transferência de tecnologia para a região.

Impactos Sociais

  • Odontomóvel: Clínica odontológica móvel que já beneficiou 14 mil crianças da rede pública de ensino de Camaçari, com 71 mil procedimentos clínicos e ações coletivas (flúor, escovação, levantamento epidemiológico e atividades educativas).
  • Programa de Educação para Jovens: Capacitação comportamental e técnica para ingresso no mercado de trabalho. Já beneficou 200 jovens de Camaçari.
  • Mochilas Ecossustentáveis: 40 mil mochilas e kits escolares entregues para estudantes da rede de ensino municipal de Camaçari, em quatro anos.
  • Programa de Visitas ao Centro Ambiental: Já contemplou 4.458 crianças de 133 escolas públicas de Camaçari.
  • Programa de Educação Ambiental: Realizado nas comunidades de Caboto e Madeira, em Candeias (Bahia), inclui atividades e cursos.
  • Comitê de Cidadania: Mais de 20 instituições atendidas na região, por meio de reformas de creches, doações de roupas e brinquedos.
  • Convênio com Universidades: Parceria com universidades locais para fomentar a engenharia automotiva.

Iniciativas Ambientais

  • O Complexo foi projetado dentro dos mais rigorosos padrões de preservação ambiental;
  • Coleta seletiva de resíduos: 100% dos resíduos tratados, sendo destinados para reciclagem, compostagem e coprocessamento;
  • Em janeiro de 2017, o Complexo Industrial Ford Nordeste atingiu a meta corporativa de “Zero Resíduo enviado para aterro sanitário”;
  • Uso de tinta à base de água e cabines automatizadas de pintura que eliminam o desperdício;
  • Programa de redução de desperdício (água, energia, resíduo, efluentes);
  • Programa de Florestamento (aproximadamente 110 hectares de área conservada e 211 mil mudas plantadas);
  • Estação de Tratamento de Efluentes Industriais;
  • Centro de Educação Ambiental: hortas mandala e vertical; viveiro de mudas; minhocário; compostagem (produção de adubo orgânico).

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail