Home > Notícias

Avanço tecnológico: 85% das profissões de 2030 ainda não existem

Guilherme Borini

26/07/2017 às 11h31

robô
Foto:

Estudo realizado pela Dell Technologies prevê que que, graças aos avanços tecnológicos, aproximadamente 85% das profissões de 2030 ainda não foram inventadas. A pesquisa, conduzida pelo Institute for the Future, busca mapear o impacto que as novas tecnologias devem ter na vida e no trabalho das pessoas na próxima década.

O relatório, batizado de ‘The Next Era of Human-Machine Partnerships’ (A Nova Era de Parcerias Homem-Máquina), baseou-se em entrevistas com 20 especialistas globais nas áreas de tecnologia, negócios e acadêmicos.

Uma das conclusões é que, na próxima década, todas as organizações e os negócios serão baseados em tecnologia, exigindo que as empresas repensem os modelos atuais de infraestrutura e formas de trabalho.

Substituição?

Por outro lado, os especialistas projetam que a tecnologia não irá necessariamente substituir os profissionais, mas vai impactar, principalmente, a forma de buscar um trabalho. Ou seja, as empresas tendem a procurar cada vez mais colaboradores para executar tarefas específicas e não mais ocuparem uma posição e, para isso, vão usar soluções de machine learning para encontrar os indivíduos com as competências e os conhecimentos necessários.

Luis Gonçalves, presidente da Dell EMC Commercial no Brasil, comenta que o rápido avanço da tecnologia tem provocado mudanças sem precedentes na sociedade e esse estudo demonstra que as pessoas e as empresas que não se prepararem desde agora para esse novo mundo, dificilmente terão espaço no mercado.

“Os resultados do relatório estão alinhados com a visão da Dell de oferecer um portfólio completo de soluções tecnológicas que ajude as pessoas e as empresas a acompanharem a transformação digital e, principalmente, serem bem-sucedidas nessa jornada”, diz.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail