Home > Notícias

Com crescimento de 50% nos últimos dois anos, Paradigma quer atingir R$ 30 milhões de faturamento

Empresa de relacionamentos e negociação eletrônica com 20 anos de história registrou crescimento recorde na unidade de SRM em 2018, atingindo os 100%

14/12/2018 às 17h15

Paradigma quer atingir R$ 30 milhões de faturamento
Foto:

Fundada em 1998 na cidade de Florianópolis (SC), a Paradigma Business Solutions é uma empresa pioneira no desenvolvimento de soluções de relacionamento e negociação eletrônica no Brasil e possui a maior base de portais de compras eletrônicas em operação no País.

Com expertise consolidada em três diferentes unidades de negócio - energia, compras públicas e compras privadas - a empresa registrou no último biênio (2017 - 2018) um crescimento total superior a 50%, e projeta a continuidade dessa aceleração para 2019.

Separando-se o crescimento por unidade de negócio, a vertical com maior participação nos resultados foi a de Energia, que representou mais de 40% do faturamento. Em segundo lugar, a unidade de Compras Públicas, correspondeu a cerca de 30% das receitas de 2017 e 2018, e a unidade de Compras para o Mercado Privado atingiu a participação de 20% no faturamento, com crescimento de 100% em sua base de clientes em 2018.

Para 2019, a Paradigma espera ampliar o ritmo de crescimento para 25% anualmente, sobre a base de 2018, o que deve garantir à empresa mais de R$ 18 milhões de faturamento. Com a ampliação dos projetos em nuvem, a Paradigma espera alcançar R$ 30 milhões de faturamento em até três anos, ampliando o nível de receitas recorrentes, que já supera 50%, para os de 70%.

Gérson Schmitt é um dos fundadores da Paradigma e Diretor da Unidade de SRM e explica que a tecnologia da empresa tem origem em uma plataforma de relacionamentos e negociação eletrônica conhecida no mercado como WBC – Web Business Center. “Com a especialização e organização da empresa em três unidades de negócio, essa plataforma deu origem a três derivações, que assumiram, ao longo dos últimos anos, funcionalidades e identidades próprias”, explica Schmitt.

Os três principais produtos da Paradigma, resultado dessa especialização em nichos, são: a plataforma de ETRM – Energy Trade & Risk Management, para suporte de negociações de compra e venda de energia para empresas geradoras, distribuidoras e comercializadoras de energia, além de consumidores livres; a SRM 360, plataforma para gerenciamento de processos de procurement e sourcing bem como de todo o ciclo de compras req2pay ou Request to Pay; e a área de compras públicas com uma plataforma de GPM (Govern Purchase Management) que faz a gestão de todo o processo de compras governamentais. “Ao longo dos 20 anos de atuação da empresa, com uma carteira de mais de 100 clientes atendidos por ano, a Paradigma Business Solutions acumulou mais de R$ 1,5 trilhão em negócios atendidos em mais de 300 projetos entregues.

Inovação e pioneirismo

A Paradigma Business Solutions possui um histórico de inovação reconhecido pelo mercado de diversas formas. Uma delas é por meio do recebimento de prêmios nacionais e internacionais recebidos de organizações como FINEP, INTEL, MICROSOFT, INBRASC, entre outros.

Outra forma de reconhecimento recebido pela empresa foi por meio da criação de referências de pioneirismo em projetos como: o primeiro portal de compras públicas brasileiro, a Bolsa Eletrônica de Compras do estado de São Paulo (BEC); a plataforma pioneira no Brasil e, recentemente, na Colômbia, de negociação eletrônica de energia; projetos pioneiros - e até mesmo únicos - como a Bolsa Brasileira de Commodities (BBM) e o Tesouro Direto, originados respectivamente na BM&F e BOVESPA que atualmente deu origem a B3; e o projeto Clicbusiness, que conecta uma comunidade de mais de 300 mil fornecedores a uma rede de portais independentes de procurement e movimentam dezenas de bilhões de reais por ano.

Para atingir esse patamar de pioneirismo e inovação, a Paradigma mantém um trabalho contínuo de PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) com equipes internas e parcerias com empresas “global leaders” no segmento de TI, como Microsoft e Salesforce.

Para fins de pesquisa, a Paradigma mantém também uma parceria com a academia, representada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), o que permite um contínuo processo de inovação de soluções. “Em cada segmento em que atua, a Paradigma apresenta de duas a três novas versões ou ampliações de plataforma por ano, seguindo as diretrizes traçadas na reunião anual do seu conselho de usuários”, destaca Schmitt, reforçando o caráter inovador da empresa.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail