Home > Colunas

Como proteger os pagamentos por aproximação?

Países como Canada, Austrália, e Reino Unido já adotaram a tecnologia por aproximação. No Brasil já está ganhando mais força

Alessandro Rabelo*

10/04/2019 às 18h34

Foto: Shutterstock

Alguém pode não saber o que é a tecnologia de pagamento por aproximação, mas tenho certeza de que já viu uma pessoa usando essa solução em algum lugar. Trata-se da inovação por trás dos pagamentos por cartões, celulares - os chamados pays, ou dentro dos vestíveis, como pulseiras, anéis e relógios.

A solução já é bastante comum em países como Canadá, Austrália e Reino Unido e tem ganhado cada vez mais força no Brasil. Quase 80% dos terminais de pagamentos instalados no mercado brasileiro já estão habilitados para receber a tecnologia, segundo dados da Visa. Tenho visto um crescimento exponencial do número de transações realizadas por aproximação no último ano.

E por qual motivo? Além de ser uma forma mais rápida e fácil, os cartões e outros dispositivos móveis aptos a pagar por aproximação oferecem forte proteção, sem jamais encostarem em um terminal de pagamento. A seguir, listei alguns fatos sobre a segurança dos pagamentos por aproximação:

Os cartões de pagamento por aproximação usam a mesma tecnologia segura que os outros cartões com chip da EMV
Toda transação por aproximação inclui um código criptográfico válido para uma única transação, o que previne fraudes com cartões falsificados.

-O cartão de pagamento por aproximação está entre os métodos de pagamento com os menores índices de fraude;

-O índice mundial de fraude com cartões de pagamento por aproximação caiu 33% entre 2017 e 2018, segundo a Visa.

Os fraudadores têm opções limitadas

Ainda que um fraudador conseguisse se aproximar o suficiente para ler um cartão de pagamento por aproximação, ele não teria acesso ao nome do portador do cartão ou ao código de segurança de três dígitos, o que ajuda a prevenir o uso de cartões falsificados e fraudes no comércio eletrônico.

Os pagamentos por aproximação são protegidos pelas mesmas tecnologias que as outras transações, todo produto de pagamento tem proteção em níveis de cartão, terminal e rede. Os portadores de cartão se beneficiam de múltiplas camadas de segurança, que operam nos bastidores de todas as transações para prevenir a fraude nos pagamentos – antes que ela possa acontecer. Protocolos seguros, inteligência artificial, machine learning, analítica em tempo real, algoritmos criptográficos e muitas outras camadas trabalham juntas para prevenir fraudes.

Esse esforço contribui para manter os índices de fraude estáveis e próximos dos menores níveis históricos.

As soluções de pagamento evoluem

As inovações tecnológicas exigem constante adaptação, aprimorando e evoluindo as soluções de pagamento para identificar e solucionar novos riscos e, quando necessário, promover mudanças na tecnologia e na infraestrutura. Para tanto, é preciso promover a parceria com outros participantes da indústria como instituições financeiras, tecnólogos e comunidade acadêmica. Como resultado dessa colaboração, os cartões de pagamento por aproximação são uma forma segura de pagar e os consumidores podem usá-los com tranquilidade.

Cada vez mais, consumidores do mundo todo estão aderindo aos pagamentos por aproximação por conta da rapidez, praticidade e facilidade. Para garantir a segurança dos dados dos nossos clientes contra possíveis fraudes, priorizamos e investimos nas mais inovadoras ferramentas de tecnologia. Temos como compromisso entregar as melhores experiências aos clientes, e é isso que nos move.

*Alessandro Rabelo é diretor-executivo de produtos da Visa do Brasil

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail