COMUNIDADE
reconhecimento facial

Grupo São Francisco investe R$ 1,5 mi em solução de reconhecimento facial

Solução identifica clientes e elimina necessidade do uso de carteirinha ou identidade

O grupo de saúde São Francisco anuncia o investimento de R$ 1,5 milhão para desenvolvimento de um sistema de reconhecimento facial em suas unidades. Por meio do projeto “Tercepta”, o foco é tornar o atendimento de cerca de 1,5 mil beneficiários por dia mais ágil e eficiente.

O sistema eliminará a exigência de documentos como carteirinha e RG, pois acionará o cadastro do paciente apenas pelo reconhecimento da face. Outro objetivo é melhorar a experiência dos usuários e aumentar a segurança por meio do apoio tecnológico no acompanhamento do tratamento

O projeto, que vem sendo desenvolvido desde o ano passado, já está em teste em algumas unidades assistenciais do grupo. O sistema de identificação envia imediatamente a informação da presença do cliente à Central de Monitoramento do aplicativo BIO – voltado ao monitoramento de saúde dos beneficiários -, e a recepção da unidade, permitindo um primeiro contato mais rápido. Além disso, será possível saber em quais unidades há maior busca espontânea dos pacientes e por quais motivos, o que ajuda na melhoria da oferta dos serviços especializados e diminui o tempo de espera nas filas.

Dr. Carlos Braga, gerente médico de Saúde Preventiva do Grupo São Francisco, comenta que o foco com o projeto é proporcionar uma melhor experiência ao usuário, com atendimento acolhedor, complementando as ações de medicina preventiva. “Com o sistema operando, conseguiremos acompanhar o fluxo de consultas do paciente, bem como o andamento do seu tratamento de forma rápida, o que nos permite oferecer ajuda caso haja alguma dificuldade durante o processo”, destaca.

Segundo o grupo, a média de acerto do sistema está acima dos 99%, o que também ajudará na prevenção de fraudes.

Integração mobile

A solução será integrada com os principais aplicativos da operadora São Francisco Saúde: BIOapps e São Francisco Clientes. Isso permitirá que os beneficiários tenham acesso a uma linha do tempo com todo seu histórico de atendimento na rede. Será possível também a procura por mais informações sobre horário de consultas e exames agendados, além do envio de feedback sobre o atendimento.

Atendimento hospitalar

Posteriormente, o Tercepta será usado nos Centros Cirúrgicos do Grupo São Francisco para o controle do fluxo de médicos e pacientes. A ideia é que a solução aumente a segurança dos espaços, já que controlará o acesso dos especialistas e pacientes às salas cirúrgicas.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.