COMUNIDADE

AMD e Qualcomm unem forças para desenvolvimento de PCs conectados

Empresas vão combinar a arquitetura mobile Ryzen, da AMD, com os modens LTE de alta velocidade Snapdragon X, da Qualcomm

A Qualcomm e a AMD anunciaram nesta terça-feira (5/12) parceria de desenvolvimento para PCs conectados. A novidade foi anunciada durante o Snapadragon Summit, realizado nesta semana em Maui, no Havaí (EUA).

Kevin Lensing, vice-presidente corporativo e gerente-geral de Client Computing da AMD, revelou que o time de engenharia das empresas vai trabalhar em conjunto para combinar a arquitetura mobile Ryzen, da AMD, com os modens LTE de alta velocidade Snapdragon X, da Qualcomm, permitindo conectividade sem necessidade de Wi-Fi.

O executivo afirmou que a proposta das empresas é tornar mais fácil para as principais fabricantes globais de PCs criarem plataformas de computação premium com conectividade LTE. “Vamos levar nossa solução para os Original Equipment Manufacturer (OEMs) para ampliar o conceito de Always Connected PC e transformar a experiência dos usuários”, disse Lensing.

A corrida das empresas é por oferecer PCs com Windows 10 conectados às redes 4G, com grande autonomia de bateria e gráficos aprimorados. Naturalmente, essa estratégia já deixa a empresa pronta para o futuro das redes, pautado por 5G.

5G, uma realidade próxima

Cristiano Amon, vice-presidente-executivo da Qualcomm Technologies e presidente da Qualcomm CMDA Tecnologies, lembrou que na visão da Qualcomm o 5G será tão impactante quanto a eletricidade foi para a humanidade. “5G adicionará US$ 3 trilhões à indústria até 2035”, ressaltou.

Segundo ele, quando se fala em 5G, a proposta é reduzir a latência e mudar a experiência dos usuários. E esses benefícios, apontou, chegarão mais rápido do que o esperado. “Será em 2019. No começo de 2017, mais de 40 empresas se juntaram à Qualcomm para tornar o 5G realidade rapidamente”, apontou, acrescentando que as companhias estão agora terminando a padronização do 5G.

Nas últimas semanas, inclusive, a Qualcomm fez uma série de anúncios relacionados como o Snapdragon x50 5G Modem, o primeiro chipset para conexão 5G em um chip móvel, e o 5G NR, design de referência para fabricantes de smartphones.

Nesse processo, o executivo apontou que já é possível ver operadoras se preparando para o 5G. De acordo com ele, 43 operadoras, cobrindo 1,3 bilhão de clientes em 25 países estão agora nessa jornada. “Estamos claramente no começo dessa evolução”, ressaltou.

*A jornalista viajou a Maui, no Havaí (EUA), a convite da Qualcomm

Comentários
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nessa publicação.

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.