COMUNIDADE

Furukawa cria e-commerce B2B para atender revendas

Loja virtual oferece produtos para revendas que atuam no mercado SoHo

A Furukawa quer intensificar o abastecimento de revendas de produtos para redes de comunicação voltadas para o mercado SoHo (pequenos negócios, escritórios e residências). Para isso, a companhia japonesa desenvolveu uma ferramenta de e-commerce B2B, o SOHO SHOP, que busca facilitar o fornecimento de produtos para revendas que atuam neste segmento.

O foco é atender desde pequenas revendas até grandes lojistas, entre eles lojas de materiais elétricos e de informática. A aposta em comércio eletrônico começou há cerca de um ano, quando a companhia trouxe ao mercado sua primeira plataforma, com foco na venda de produtos para provedores de internet. A estratégia, segundo Foad Shaikhzadeh, presidente da Furukawa Electric LatAm e vice-presidente do Grupo Furukawa Electric, duplicou o volume de vendas neste setor em apenas um ano.

Agora, a Furukawa aposta em um “novo mundo”, como o executivo classifica. Além dos produtos das linhas Sohoplus e Metrocable, o portal oferece itens como roteadores Wi-Fi, cabos ópticos e metálicos para redes internas (LAN), além de acessórios. Em breve, novos produtos serão adicionados ao portal, entre eles uma linha de câmeras de segurança e soluções para automação residencial – que poderão ser integradas a aplicações de internet das coisas (IoT).

Guilherme Hoffmann, head de e-commerce e gerente de projeto do portal, explica que a plataforma aceita somente compradores com CNPJ, que passam por um processo de avaliação e aprovação antes de ter acesso ao portal. O valor mínimo de compra é de R$ 1 mil e, a partir de R$ 3 mil, o frete é grátis. “Um e-commerce não pode ser somente um site. Por isso apostamos em quatro pilares: produtos de qualidade, solução financeira, suporte técnico e comercial, e solução de supply chain”, destaca Hoffmann.

Faturamento

Atualmente, as vendas com este tipo de produtos estão na casa dos R$ 60 milhões anuais. Com o e-commerce, a meta é dobrar e chegar a R$ 120 milhões neste ano. O número representaria uma parcela significativa do total do faturamento da empresa na América Latina, que foi de R$ 730 milhões em 2016 e tem projeção de chegar a R$ 813 milhões neste ano. “O projeto é ter de 10 a 12% da fatia total”, diz Shaikhzadeh.

Distribuidores

A companhia garante que o novo formato de vendas não impactará no trabalho dos distribuidores – atualmente são 41 no Brasil. Segundo Roberto Kihara, gerente geral comercial da Furukawa Electric LatAm no Brasil, cerca de 30% dos produtos deste mercado vêm do “mercado cinza”, ou paralelo, ou seja, itens sem certificação da Anatel. Esse modelo facilitado de venda ajudará a eliminar este problema, afirma o executivo.

Shaikhzadeh comenta também que o e-commerce não atenderá grandes projetos, que precisam de dedicação especializada e customizada de um distribuidor, mas sim, pequenas implementações, como em escritórios menores e casas. Além disso, o executivo afirma que este setor representava uma margem pequena para os distribuidores, por isso não haverá impactos negativos. “São mundos diferentes”, completa.

Formas de pagamento

Outra vantagem oferecida pelo SOHO SHOP, e destacada pelos executivos, são as várias formas de pagamento, que podem ser combinadas, facilitando o ajuste ao fluxo de caixa do comprador. As opções incluem o Furukawa Card (linha de crédito especial, que oferece maior prazo de pagamento), Crédito Furukawa, cartões de crédito das principais bandeiras do mercado, boleto bancário, transferência eletrônica e Programa Rewards – o novo programa de fidelidade exclusivo para compras pelo portal.

A loja virtual também dispõe de uma Central de Super Atendimento (pelo 0800 644 4894), especializada na administração de vendas B2B. Para quem ainda não é revenda cadastrada, a SOHO SHOP permite a solicitação de cadastro on-line.

 

Comentários
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nessa publicação.

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.