Home > Notícias

Dell: varejo impulsiona vendas de PCs para consumidores

Guilherme Borini

27/09/2017 às 10h34

Dell
Foto:

Relatório divulgado pela IDC neste mês mostra que a Dell lidera o mercado de PCs no Brasil, com 26,1% de mercado. A empresa registrou um acréscimo de 34,8% no volume de máquinas embarcadas no segundo trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período em 2016. A participação nas vendas para indústria representa 32%, enquanto no mercado de usuários domésticos, o market share é de 19,9%, maior já contabilizado pela Dell desde sua chegada ao Brasil, em 1999.

É justamente nesse último quesito que está um dos principais avanços recentes da Dell. Diego Puerta, vice-presidente para Consumidor Final e Pequenas Empresas da Dell Brasil, comenta que, há seis anos, a participação no mercado de consumidores era de apenas 4%. O executivo conta a principal estratégia para mudar o cenário. "O varejo foi determinante para esse salto", diz, em conversa com jornalistas durante o Dell EMC Forum, evento da empresa realizado na última terça-feira (26/9) em São Paulo (SP).

Segundo o executivo, as vendas do varejo representam cerca de 50% a 60% do total de unidades vendidas pela companhia. O número mostra uma enorme revolução para a marca, que sempre teve uma presença forte nas vendas diretas por meio de seu portal on-line. Atualmente são 4,4 mil pontos de vendas espalhados pelo Brasil.

Para Puerta, os principais motivos desse avanço são as capacidades de financiamento oferecidas por lojas, bem como a experiência física dos consumidores. "O brasileiro gosta de ver o produto na loja antes de comprar", comenta.

Marketplace

Além da presença no varejo, a Dell foca agora em presença nos marketplaces, estratégia iniciada há um ano. As duas principais parcerias são com a B2W - que comanda os sites Americanas.com, Submarino e Shoptime -, além do Mercado Livre.

Mais do que PCs, o e-commerce tem impulsionado a venda dos chamados itens periféricos. "Disparamos nas vendas de mochilas, mouses e monitores, por exemplo", cita. "É um novo desafio de venda direta com operação direta", finaliza.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail