Home > Notícias

Design thinking leva Resultados Digitais a processos ágeis

Programa de coaching de inovação da Qi Network transformou ações da empresa

08/01/2018 às 8h30

Design thinking na Resultados Digitais
Foto:

Para garantir o pleno desenvolvimento de pessoas, as organizações precisam manter um plano de avaliação constante, que proporcione um feedback estratégico para gestores e colaboradores. Este é um dos compromissos da Resultados Digitais, especializada em marketing digital. Com o crescimento da companhia, surgiu o desafio: como automatizar essa avaliação? Design think ajudou a reunir ideias diferenciadas para a evolução estratégica.

Em 2011, quando foi criada, eram dez colaboradores. Hoje, a Resultados Digitais tem de avaliar 500. A metodologia usada para essa tarefa está apoiada na ferramenta “Feedback 360”, que é implementada por meio de questionários, gerando mais de 1,5 mil deles, considerando que cada pessoa responde entre cinco a seis.

“Estávamos diante de uma avalanche de informações que precisava ser avaliada de maneira ágil para gerar ações ágeis, com foco no nosso desenvolvimento e autoconhecimento”, diz Daniele Kern, Talent Management da Resultados Digitais.

Segundo a executiva, a busca ao mercado por um recurso para vencer esse desafio foi em vão, pois necessitavam de uma tecnologia customizada e nenhuma delas atendia às expectativas. “Era preciso desenvolver um novo método, com base em um modelo tradicional, para que pudéssemos aplicar o Feedback 360, considerando as características e particularidades da nossa empresa”, diz.

A questão foi levada à parceira de longa data Qi Network, integradora de cloud e Google Cloud Premier Partner no Brasil. “Em um modelo de colaboração, chegamos a uma saída ideal, sob medida”, relata.

O início dos trabalhos envolveu a criação de ações coordenadas para escalar o processo e implementá-lo. O desenho da solução foi balizado no uso de ferramentas do G.Suite, do Google, para realizar reuniões via Hangouts, enviar comunicações por e-mail aos times envolvidos, produzir planilhas online para criar banco de dados (coletados por meio de formulários virtuais), além do uso de scripts para enviar automaticamente os relatórios gerados aos colaboradores.

Thinking ...

Quando a questão chegou à Qi Network, o primeiro passo foi: “Vamos pensar juntos no melhor desenho de solução”, revela Henrique Augusto, CIO da Qi Network. “Depois vem a tecnologia”, ensina.

Segundo ele, as reuniões para o projeto em grupos multidisplinares, no modelo de design thinking,  aconteceram, com exceção de uma, por meio do Hangout do Google. “Realizamos uma por semana, ao longo de um mês. Além da área de RH, contamos com profissionais de variadas competências da Resultados Digitais e, em uma delas, convidei uma especialista em RH para contribuir com uma outra visão”, revela.

As reuniões, prossegue Augusto, seguiram o modelo design thinking, captando cada insight, com visões diferenciadas. Tudo era anotado em post-its e colados na parede (procedimento conhecido como sistema Kanban, que indica o andamento do fluxo de produção) para ter uma visão macro e, assim, organizar e otimizar a estratégia. “Uma explosão de ideias, alinhadas a expectativas, e a todas as dores do desafio.”

Daniele destaca que a interação com a estratégia da Qi Network favoreceu o ganho de tempo para a conclusão do projeto, visto que a empresa não é um outsourcing de TI ou uma consultoria. “Eles realizam um coaching de inovação, em um trabalho conjunto, em design thinking, sem imposições, nos conduzindo em cada fase, o que possibilita uma solução com todas as nossas características”, ressalta.

“Demos suporte à integração das ferramentas Google para educação, colaboração, e todas as necessidades que eles enxergaram ao longo desse crescimento”, explica Augusto, acrescentando que o mais interessante dessa jornada de inovação é que a empresa se empodera, para aplicar a mesma metodologia em outros problemas identificados ao longo do processo. “Foi um importante aprendizado, que nos levou a aplicar esse conhecimento em outros processos”, reitera Daniele.

Agora, os processos, segundo Daniele, seguem em constante evolução. Com a modernização, a Resultados Digitais otimizou a comunicação e gestão das equipes, automatizou tarefas com redução de erros humanos e, principalmente, tornou os processos internos ágeis. “Hoje, as avaliações, que consumiam duas semanas, são feitas em apenas um dia”, comemora.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail