Home > Notícias

Dia da Proteção dos Dados: 4 dicas para manter-se seguro

Ameaças de ataques cibernéticos estão em alta em todo o mundo. Mais da metade dos gerentes de TI mostra preocupação segundo pesquisa.

Redação

28/01/2019 às 11h25

Foto:

O Dia de Proteção dos Dados, que acontece hoje (28/1) está se tornando cada vez mais importante como resultado de recentes ataques de hackers. Neste mês, os dados privados de centenas de políticos e celebridades alemães foram publicados na Internet. Nos Estados Unidos, o hack da cadeia de hotéis Starwood resultou na quebra de mais de 500 milhões de registros de clientes. Estes são apenas dois entre inúmeros exemplos de cibercrime em andamento.

O Data Privacy Day foi criado pelo Conselho da Europa em 2006. Em 2008, a National Cyber ​​Security Alliance (NCSA) começou a liderar a iniciativa nos Estados Unidos e em toda a América do Norte. O objetivo do dia é aumentar a conscientização sobre proteção de dados em todo o mundo.

De acordo com uma pesquisa recente conduzida pelo OTRS Group entre diretores e executivos de TI, mais de um terço (34%) dos entrevistados nos Estados Unidos e Canadá estão muito preocupados com o cibercrime, com outros 29% se classificando como preocupados. Assustadoramente, apenas 34% dos líderes de TI declararam que estavam muito preparados para incidentes de segurança, mas outros 35% se classificaram como preparados.

"Infelizmente, não há como proteger 100% contra ataques cibernéticos, mas práticas de segurança multinível com processos claramente definidos, preparação técnica, treinamento e reação rápida reduzem o risco", disse Jens Bothe, diretor de consultoria global do OTRS Group. "A luta contra o crime cibernético é sempre responsabilidade conjunta de empresas, governo e usuários digitais".

Como um membro oficial do NCSA Data Privacy Day Champion, o Grupo OTRS compilou as seguintes dicas importantes para as empresas ajudarem a minimizar o risco e o impacto dos ataques cibernéticos:

Assegure processos

Aceite o fato de que existem ameaças cibernéticas e reserve um tempo para investigar todos os processos relacionados à segurança na empresa. Todos os envolvidos precisam saber o que fazer quando o pior acontece, além de quem envolver e quais são os próximos passos. Documente esses processos e fluxos de trabalho - tanto para se defender contra ameaças quanto para responder a ataques. Defina seus processos agora para economizar um tempo valioso depois: quanto mais curto um ataque durar, menos dano poderá ser causado.

Tome as precauções técnicas necessárias

Até mesmo precauções técnicas aparentemente simples podem ajudar a evitar ataques. Instale firewalls, sistemas antivírus, ferramentas de criptografia, atualizações de segurança e sistemas de detecção de invasão. Se você não tiver a experiência, peça a um consultor para ajudá-lo a identificar e corrigir vulnerabilidades.

Forneça treinamento regular

Envolva todas as partes interessadas e mantenha-as regularmente informadas sobre possíveis incidentes e precauções técnicas. Todos os funcionários precisam saber a importância dos processos de manutenção para impedir que hackers acessem sua rede e causem o caos.

Responda rapidamente e com segurança em uma emergência

Quando o alarme soar, defina seu cenário de emergência o mais rápido possível. Um sistema como o STORM, desenvolvido pela OTRS, simplifica isso. O sistema de comunicação integrou processos específicos de segurança e pode ser adaptado individualmente aos requisitos da empresa usuária. Isso significa que, no caso de um ataque, o incidente é registrado imediatamente. Processos e notificações são iniciados automaticamente. Todas as etapas ocorrem em tempo real, para que a equipe possa minimizar o perigo o mais rápido possível.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail