COMUNIDADE
CMO

Era dos dados: união de CIO e CMO é crucial para a competitividade

Apenas com o uso da tecnologia é possível extrair valor e saber quem é o cliente e seu comportamento para, assim, criar ações direcionadas e assertivas

Até 2020, o tráfego de dados móveis no mundo aumentará em oito vezes, atingindo 367 exabytes (ou cerca de sete trilhões de clipes no Youtube), um avanço considerável em relação aos 44 exabytes registrados em 2015. É o que aponta pesquisa recente feita pela Cisco. Segundo o estudo, os dispositivos inteligentes vão gerar 98% do tráfego global de dados móveis até lá. O cenário, reflexo da transformação digital, permite o acesso a informações essenciais para o desenvolvimento de ações focadas nas expectativas dos consumidores – o que pode ser crucial para a permanência no mercado.

Isso joga luz ao trabalho integrado entre CIO (Chief Information Officer) e CMO (Chief Marketing Officer), que apenas juntos conseguem encontrar maneiras de explorar o potencial dessas informações. Isso porque, com a evolução da tecnologia, os consumidores esperam das marcas um relacionamento diferente, com respostas mais ágeis e dinâmicas, e focadas em suas necessidades, aspecto que o marketing tradicional não consegue resolver. “A área está passando por modificações profundas e sua existência depende simbioticamente da TI”, explica Dagoberto Hajjar, consultor em marketing e negócios. De acordo com ele, apenas com o uso da tecnologia é possível saber quem é o consumidor e seu comportamento e, assim, criar ações direcionadas e mais assertivas.

O papel de cada um

A falta de alinhamento entre esses executivos deixa ao CIO apenas o cuidado com a infraestrutura e ao CMO espaço para montar uma estratégia tradicional, que não considera o potencial das novas tecnologias. “A falta do uso de ferramentas tecnológicas está diretamente ligada à mortalidade de uma empresa”, afirma Hajjar. Segundo ele, se um supermercado não tiver, por exemplo, um aplicativo com sugestões de produtos de acordo com as necessidades do cliente, certamente vai perder competitividade.

Se de um lado, o CMO é responsável pela coordenação de planos de marketing para fortalecer a imagem da organização e encontrar iniciativas que atinjam o público da maneira esperada; de outro, o CIO cuida de toda a estratégia de tecnologia que permeia a organização e ajuda a determinar as mudanças necessárias para alcançar a transformação digital. Unindo forças, conseguem planejar e aplicar todas as ações que visam à atração e retenção de clientes e o aumento da fatia de mercado das empresas. Enquanto marketing tem a inteligência de mercado e sabe desenhar a estratégia de produtos e serviços, a TI conhece as tecnologias para colher todas as informações dos clientes.

“A união permite análise de mercado para definir estratégias de produtos, empacotamentos, e vendas, além do conhecimento de padrões, hábitos e comportamento de compras dos clientes – aspectos essenciais no mundo atual”, completa Hajjar.

Comentários
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nessa publicação.

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.