COMUNIDADE
Realidade aumentada T-Systems

Realidade aumentada é trunfo da T-Systems para varejo

Empresa é pioneira na integração da tecnologia com sistemas SAP

Parceira da alemã SAP, a T-Systems mais uma vez trouxe ineditismo para o SAP Forum 2017, que teve início ontem e termina hoje, no Hotel Transamérica (SP). Trata-se da primeira solução da empresa para pontos de venda, a SAP AR, que tem como diferencial a realidade aumentada integrada com o sistema de gestão SAP S/HANA e a plataforma de mobilidade SAP Fiori.

“Somos os primeiros parceiros a realizar essa integração e isso representa um salto no setor de varejo, ao permitir o uso da realidade aumentada em aplicações nos pontos de venda em superfície plana, o que antes não era possível”, diz Fábio Siqueira, diretor de TI da unidade de Desenvolvimento de Aplicativos Móveis da T-Systems Brasil.

Outro atrativo da solução, segundo Siqueira, é que a solução foi desenvolvida sobre a plataforma ARKit, da Apple, tornando-a móvel e, portanto, pode ser utilizada em iPhones e tablets, facilitando a vida do usuário.

“Como somos parceiros da Apple, recebemos a plataforma há dois meses, o que nos colocou à frente para desenvolver o SAP AR em tempo para apresentá-la aqui no evento”, empolga-se o executivo.

Siqueira explica que com a nova tecnologia, o cliente que vai a uma loja de móveis, pode simular, com a ajuda ou não do vendedor, o ambiente que deseja decorar, e compor rapidamente o layout com as peças que deseja, substituí-las o quanto desejar até chegar à composição ideal.

“Mas ele também poderá fazer isso de casa. Basta entrar no site da empresa e compor o desenho ideal de decoração usando o seu tablet. Interessante é que ele pode trabalhar isso usando a sua própria sala, por exemplo. Ele aponta para ela, e pode marcar os 360º do ambiente, pois a solução mede todo o espaço. E então vai integrando o que deseja com os móveis disponíveis e, depois, é só comprar”, destaca.

Para Ideval Munhoz, CEO da T-Systems Brasil, esse pioneirismo mostra o empenho da empresa em promover a inovação. “Estamos sempre preocupados em analisar as tecnologias e verificar onde e como ela pode trazer valor ao negócio dos nossos clientes. E não precisa ser necessariamente uma tecnologia disruptiva, o importante é a visão de negócios”, revela Munhoz.

O presidente acrescenta que o objetivo da empresa é digitalizar ao máximo o negócio do cliente. “Com a inovação, certamente, vamos acelerar as decisões dos clientes e solucionar os seus desafios”, finaliza Munhoz.

Comentários
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nessa publicação.

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.