Home > Notícias

Gartner: segredo para o digital é analógico

Guilherme Borini

25/10/2017 às 12h22

Foto:

O segredo para o sucesso da transformação digital não é digital, mas sim analógico, ou seja, está nas próprias pessoas. Esta é uma das principais mensagens do Gartner em seu evento Symposium/ITxpo, realizado nesta semana, em São Paulo.

"A transformação digital não é de tecnologia e nem uma transformação da área de TI. É uma transformação da organização como um todo e ela começa com a mudança na cabeça das pessoas. Esse é o ponto principal", comentou Cassio Dreyfuss, VP do Gartner, durante conversa com jornalistas.

Para Dreyfuss, se uma empresa não transformar a mente de toda a organização, não chegará a lugar nenhum com a transformação digital. Mas qual o caminho para essa revolução e como o CIO pode ser essencial nesse processo?

Dreyfuss defende a tese de que o CIO deve criar uma cultura de "destreza digital". O especialista afirma que o termo não significa conhecimento de ferramentas ou linguagens de programação, mas simplesmente tirar partido das tecnologias para executar suas atividades, sejam na vida pessoal ou profissional. "Se eu sei usar ferramentas digitais em todas minhas atividades, isso significa ter destreza digital", define.

"Transformação digital exige que se desenvolva cultura digital em toda a organização para criar a cultura da transformação digital. A ideia de destreza faz com que as pessoas das organizações se sintam à vontade para usar tecnologias."

Orquestração

Além da chamada "destreza digital", Dreyfuss acredita que o CIO deve desempenhar outro papel essencial no processo de transformação digital: não o de liderar, como muitos acreditam, mas sim orquestrar o processo. "Ao propor uma questão, uma oportunidade, o CIO visualiza como atacar aquela oportunidade, desenvolver plano de trabalho e trazer vários recursos juntos. Essa é a habilidade que esperemos dos líderes de TI", conclui.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail