COMUNIDADE

Projeto corporativo é prioridade em redes sociais

O sucesso e o diferencial de uma empresa ao fazer ações em sites como Facebook e Twitter dependem da engenhosidade para alcançar as metas

Ao entrar nas redes sociais para ter mais contato com consumidores e criar canais alternativos para comunicação, relacionamento ou vendas, uma empresa deve primeiro pensar sobre o que realmente quer fazer nesse novo meio. A estratégia para alcançar as metas estabelecidas é o principal fator de sucesso e que irá criar o diferencial competitivo. ?Existe uma linguagem diferente nas redes e a companhia deve se adequar a isso?, destaca o consultor da Frost & Sullivan, Juan Manuel Gonzalez. O especialista relembra como a Kodak fez o planejamento para mostrar os passos para o sucesso.

A empresa estabeleceu como meta ser uma das líderes em visibilidade nas redes sociais. Ela deveria estar no topo de qualquer ranking que envolvesse marcas de diversos setores. O objetivo era claro. A companhia queria deixar concorrentes para trás nesse setor que já passou por uma convergência e tem concorrentes vindos de outras verticais. Mas foi preciso transformar algumas coisas.

Não bastava a mesma configuração de cargos e os mesmos fluxos de trabalho para lidar com esse meio. A empresa criou um grupo interno composto por profissionais de várias áreas, consultores e pesquisadores, que ficaria responsável por responder qualquer demanda vinda das redes sociais. A interface entre eles e as redes seria feita por uma nova camada de funcionários. Entre as habilidades desse grupo estão storytelling, conhecimento editorial, criação de conteúdo, liderança, credibilidade e, claro, interesse em social media.

Após estudos sobre a melhor formatação, a Kodak chegou à conclusão que seria necessário criar dois novos cargos. Um deles seria o Chief Listener, responsável por coletar as informações nas redes sociais e repassá-las para o grupo interno. O caminho inverso é feito por outro funcionário encarregado de falar com a comunidade on line. ?A linguagem é mais relax nesse meio, é bem diferente do que é feito pela relações públicas tradicional?, comenta Gonzalez.

O especialista cita outros quatro passos essenciais para ações nas mídias sociais: destinar recursos, escolher bem as pessoas, fazer corretamente o que foi estabelecido e medir o retorno. ?Isso tudo é comum a qualquer empresa e varia muito pouco. O essencial mesmo é definir a estratégia antes de tudo?, ensina.

O resultado da estratégia da Kodak aparece em números. A empresa teve 570 milhões de impressões no Twitter em 2010 e cerca de 40% do tráfego para os sites oficiais são originados nas redes sociais.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.