Outsourcing de TI

Think About IT cresce apoiada em outsourcing de TI sob medida

Empresa registra incremento de 40%, com estimativa de atingir 55% até final do 4º tri

Apesar das turbulências político-econômicas em solo nacional, a Think About IT vem apresentando média de crescimento em torno de 60%. Atuante no mercado de outsourcing de infraestrutura de TI, a empresa apostou em um modelo personalizado de soluções. Nele, a companhia diagnostica e identifica as dores do negócio do cliente, considerando maturidade tecnológica e setor de atuação para entregar um projeto sob medida.

Esse caminho rendeu à empresa somente até agora 40% de crescimento e projeção de 55% de incremento até o final do quarto trimestre deste ano. É o que garante Marco Aurélio Lorena, CEO da Think About IT. “As nossas soluções não são somente personalizadas, elas se fortalecem na flexibilidade que oferecemos ao cliente. Não é possível um kit transformador único para os variados desafios de negócios”, diz o executivo. “Tiramos o outsourcing de TI da condição de commodity”, avisa.

No outsourcing, tempo é valor agregado

De acordo com Lorena, hoje o tempo tornou-se ativo valioso para as empresas, sobretudo em um cenário de disruptura, em meio à Transformação Digital. “O CIO precisa de tempo para se dedicar às estratégias e a terceirização de infraestrutura de TI nunca foi tão importante como agora. Nossa proposta é, ao cuidar da infraestrutura, vamos devolver a ele esse tempo de que precisa”, argumenta.

Lorena destaca que não basta somente tirar dos ombros da área de TI a gestão da infraestrutura. “O CIO precisa ter a confiança de que faremos com qualidade essa tarefa que nos foi entregue. Porque ele será responsável por essa entrega internamente”, diz o CEO. “Quando me perguntam qual o diferencial da Think About IT, eu respondo: ‘Entregamos aquilo que prometemos’. Parece óbvio, mas infelizmente esse comprometimento ainda é um diferencial no mercado. É nosso valor agregado.”

A empresa tem foco direcionado para grandes organizações, com faturamento acima de R$ 1 bilhão, e reúne em sua carteira clientes como Laboratório Aché, Makro e indústria Santher. No caso do Makro, diz Lorena, após quatro anos com toda a operação de infraestrutura de TI no Brasil suportada pela Think About IT, o atacadista expandiu seus serviços em mais três países da América Latina.

Cliente em primeiro lugar

Um outro segredo da operação da Think é que embora tenha sólidas parcerias com importantes fornecedores como Dell, Lenovo e Verizon, o cliente sempre vem em primeiro lugar. “Não temos exclusividade com tecnologias. Nosso compromisso é com o cliente. Vamos sempre indicar o que for melhor para o negócio dele”, garante Lorena.

O modelo de construção de projetos da Think, revela Lorena, tem como bandeira o mix pessoas+processos+tecnologia. “Temos qualidade em nossos profissionais e sensibilidade do time para avaliar e identificar o nível de maturidade do cliente, a necessidade de automação de processos (para agilizar atividades e eliminar erros), o imperativo da gestão, fornecimento de infraestrutura somente, ou se é necessário um projeto de ponta a ponta. São esses alguns de nossos cuidados com a personalização”, descreve.

Com 11 anos de mercado, a Think About IT possui mais de 40 clientes no Brasil e América Latina, que totalizam  acima de R$ 50 bilhões em faturamento.

Comentários
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nessa publicação.

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.