COMUNIDADE
Por que TI tem de estar alinhada aos negócios?

Por que TI tem de estar alinhada aos negócios?

Ligação é fundamental para manter papel do CIO relevante e gerar resultados satisfatórios para a empresa

A área de tecnologia da informação da sua companhia é estratégica? Para 45% dos 176 CIOs das 501 a 1 mil maiores companhias participantes do estudo Antes da TI, a Estratégia, a resposta é sim. Já para 37,4%, o momento é de transição. “Quase 16% disse que o departamento é suporte ou fábrica e isso é altamente perigoso para a TI, configurando, até, um passaporte para ter a posição do CIO em xeque”, avaliou Sergio Lozinsky, fundador e consultor da SLozinsky e um dos responsáveis pelo estudo em parceria com a IT Mídia.

Em apresentação dos resultados do estudo no IT Forum+, que acontece nesta semana na Praia do Forte (BA), Nilo Morikawa, CIO da Furukawa, afirmou que a TI está no organograma, mas não no board. Cenário que está mudando, disse. “Fazemos planos de orçamento e investimento junto com as áreas de negócios. TI e negócios estão muito juntos agora, especialmente em função de um projeto de e-commerce que estamos implementado”, detalhou.

Outro CIO participante, que estuda a adoção de um projeto de Indústria 4.0, afirmou que na sua empresa, atuante do setor de manufatura, embora o orçamento de TI seja de responsabilidade da área, nenhum projeto é executado sem a participação ativa de um usuário de negócios, que ganha status de corresponsável pela entrega.

A discussão sobre a necessidade de TI ser aliada e andar lado a lado dos negócios é antiga, mas ainda tem muito a evoluir, observou Reinaldo Roveri, sócio e consultor da Stratica, que também foi responsável pelo estudo Antes da TI, a Estratégia. Ser esse elo é fundamental para o CIO de hoje e talvez até em função dessa característica que estudo da Stratica mostra que dos 1 mil CIOs do Brasil, quase 18% estão fora do mercado.

Questionados sobre qual a real relação entre TI e negócios em suas empresas, 50% dos CIOs que responderam ao Antes da TI, a Estratégia que é satisfatória, mas o ideal seria forte alinhamento, indicado por 29,4% dos líderes de TI.

Uma mudança em curso mostra que cada vez mais CIOs respondem para CEOs, o que pode fazer da área mais estratégia e mais integrada aos negócios. “Mais de um terço dos líderes de TI responde ao CEO. O reporte ao CFO vem caindo. Hoje, está com 30,7%, mas já foi o dobro disso”, contabilizou Lozinsky.

Entre os CIOs presentes na discussão sobre os resultados da pesquisa, alguns relataram que responder ao CEO pode ser complexo, uma vez que sua agenda é atribulada. Lozinsky acrescentou que “não é pior se reportar ao CEO. A questão aqui é que é preciso ter uma TI com autonomia. Muitos CIOs não se importam, mas eles querem responder para alguém bom que se interesse pela TI”.

Comentários
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nessa publicação.

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.