Home > Notícias

Hacker inglês de 20 anos teria sido responsável por invasão ao Twitter e YouTube do Exército dos EUA

Déborah Oliveira

14/01/2015 às 17h57

Hacker inglês de 20 anos teria sido responsável por invasão ao Twitter e YouTube do Exército dos EUA
Foto:

Um hacker inglês de 20 anos de idade, que já foi preso por publicar dados pessoais do ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair, é suspeito de ser o líder do grupo por trás da invasão e suspensão das contas do Twitter e YouTube do Comando Central dos EUA (CENTCOM, na sigla em inglês) na segunda-feira (12/1). As informações são do site Mashable. 

Investigadores norte-americanos acreditam que o hacker, cujo nome é Junaid Hussain, é responsável ainda por várias invasões em contas do Twitter. Não está claro, no entanto se o jovem está envolvido na invasão do Twitter do CENTCOM.

A Flashpoint Partners, empresa que monitora extremistas on-line, também acredita que Hussain estava por trás dos acontecimentos e que ele é o líder do “Cyber Califado”. "É muito provável que ele era a pessoa por trás disso", afirmou ao Mashable Alex Kassirer, pesquisador da Flashpoint.

Hussain era conhecido na internet como "TriCk" e liderava um grupo hacker ligado ao Anonymous. Em 2011, ganhou notoriedade ao invadir a conta de e-mail de uma assessora de Blair. Depois de descoberto foi preso. Ao sair, viajou para a Síria, segundo a imprensa inglesa, supostamente para lutar contra o regime do presidente Bashar al-Assad. No Oriente Médio, o jovem mudou o nome para Abu Hussain al-Britani e juntou-se ao grupo Estado Islâmico.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail