COMUNIDADE

Nice anuncia 36% de crescimento da receita no terceiro trimestre de 2017

Empresa relata que cloud computing impulsionou resultados da empresa

A Nice anunciou seus resultados do terceiro trimestre de 2017, encerrado em 30 de setembro. “Estamos muito felizes por reportar outro excelente trimestre, uma vez que nossos quatro pilares estratégicos – omnicanal, cloud, soluções analíticas e inteligência artificial – estão impulsionando o excelente momento que estamos vivenciando em nossos negócios. Esses pilares nos capacitaram a abordar um mercado bem maior, ampliando ainda mais a nossa liderança no setor e gerando uma mudança significativa na participação de mercado”, disse Barak Eilam, CEO da NICE.

Eilam ressalta: “No terceiro trimestre, as receitas recorrentes responderam por quase 70% da receita total e tivemos um aumento sequencial de dois dígitos nas receitas de cloud, em relação ao segundo trimestre de 2017. Esses sólidos resultados foram potencializados pela plataforma CXone, que é a primeira plataforma de cloud aberta e totalmente integrada da indústria para experiência do cliente, destinada a empresas de todos os tamanhos. Desde o lançamento da CXone, que aconteceu há apenas três meses, passamos a atuar nas oportunidades de nuvem em todos os segmentos – inclusive grandes empresas do mercado – e o nosso pipeline está crescendo rapidamente. Além disso, vimos um forte crescimento do nosso eco-sistema de parceiros CXone DEVone, que agora inclui mais de 80 parceiros, fornecendo mais evidências da aceitação da nossa plataforma no mercado”.

Destaques financeiros GAAP do terceiro trimestre, encerrado em 30 de setembro:
Os dados financeiros GAAP a seguir, exceto fluxo de caixa e saldo de caixa, são provenientes de operações contínuas, excluindo-se os resultados das divisões de Inteligência e Segurança Física em 2017 e 2016.

Receitas

As receitas totais do terceiro trimestre de 2017 aumentaram 36,1%, alcançando o montante de US$ 322,8 milhões, contra os US$ 237,2 milhões registrados no mesmo período do ano anterior.

Lucro bruto

O lucro bruto do terceiro trimestre de 2017 aumentou para US$ 207,4 milhões, comparado aos US$ 159,1 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, e a margem bruta foi de 64,3%, comparada aos 67,1% registrados no terceiro trimestre de 2016.

Lucro operacional

O lucro operacional do terceiro trimestre de 2017 foi de US$ 33,1 milhões, comparado aos US$ 36,0 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, e a margem operacional foi de 10,3%, comparada aos 15,2% registrados no terceiro trimestre de 2016.

Lucro líquido proveniente de operações contínuas: o lucro líquido e a margem líquida do terceiro trimestre de 2017 foram de US$ 26,2 milhões e 8,1%, respectivamente, comparados aos US$ 32,4 milhões e 13,7%, respectivamente, registrados no mesmo período do ano anterior.

Lucro por ação provenientes de operações contínuas: o lucro por ação referente ao terceiro trimestre de 2017 foi de US$ 0,42, comparado à marca de US$ 0,53 registrada no mesmo período do ano anterior.

Fluxo de caixa operacional e saldo de caixa: o fluxo de caixa operacional do terceiro trimestre de 2017 foi de US$ 105,8 milhões. No terceiro trimestre, US$ 4,3 milhões foram utilizados para recompra de ações. Até 30 de setembro de 2017, o total de caixa e equivalentes de caixa, os investimentos de curto prazo e os títulos e valores mobiliários comercializáveis eram de US$ 494,1 milhões, e a dívida total era de US$ 445,6 milhões, sem considerar os custos de emissão e o componente de capital associado à nossa dívida conversível.

Destaques financeiros não GAAP do terceiro trimestre, encerrado em 30 de setembro:

Os dados financeiros não GAAP a seguir são provenientes de operações contínuas, excluindo-se os resultados das divisões de Inteligência e Segurança Física em 2017 e 2016.

Receitas

As receitas totais não GAAP do terceiro trimestre de 2017 foram de US$ 326,8 milhões – um aumento de 36,0% em relação aos US$ 240,3 milhões registrados no mesmo período do ano anterior.

Lucro bruto

O lucro bruto não GAAP do terceiro trimestre de 2017 aumentou para US$ 232,5 milhões, comparado aos US$ 173,6 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, e a margem bruta não GAAP foi de 71,2%, comparada aos 72,2% registrados no terceiro trimestre de 2016.

Lucro operacional

O lucro operacional não GAAP do terceiro trimestre de 2017 aumentou para US$ 78,3 milhões, comparado aos US$ 64,2 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, e a margem operacional não GAAP foi de 24,0%, comparada ao 26,7% registrados no terceiro trimestre de 2016.

Lucro líquido proveniente de operações contínuas: o lucro líquido não GAAP do terceiro trimestre de 2017 aumentou para US$ 58,9 milhões, comparado aos US$ 50,7 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, e a margem líquida não GAAP foi de 18,0%, comparada aos 21,1% registrados no terceiro trimestre de 2016.

Lucro por ação proveniente de operações contínuas: o lucro por ação não GAAP do terceiro trimestre de 2017 aumentou em 14,5%, alcançando a marca de US$ 0,95, em comparação com os US$ 0,83 registrados no mesmo período do ano anterior.

Orientação para o exercício completo de 2017

Para o exercício completo de 2017, devido à melhor visibilidade, a empresa está reduzindo as expectativas de intervalos e aumentando as expectativas de pontos médios das receitas não GAAP e da orientação de ganhos por ação não GAAP.

Espera-se que a orientação de receitas não GAAP para o exercício completo de 2017 permaneça no intervalo de US$ 1.338 milhões a US$ 1.350 milhões, e o ponto médio esperado para a orientação de receitas não GAAP aumente para US$ 1.344 milhões. Espera-se que a orientação de lucro por ação não GAAP para o exercício completo de 2017 permaneça no intervalo de US$ 4,00 a US$ 4,10, e o ponto médio da orientação de lucro por ação não GAAP aumente para US$ 4,05.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.