Home > Notícias

Ironhack recebe US$ 4 milhões e anuncia foco primordial na América Latina

O novo investimento de US$ 4 milhões vão fazer a escola de tecnologia ampliar expansão global e trazer foco para países da América Latina.

Wellington Arruda

15/07/2019 às 20h04

Foto: Ironhack/Divulgação

A Ironhack, escola de tecnologia fundada em 2013, anunciou recentemente a captação de novo investimento de US$ 4 milhões. A rodada foi liderada pelo JME Venture Capital e contou com participação dos fundos All Iron Ventures e Brighteye Ventures. Este segundo aporte recebido pela escola eleva sua captação para um total de US$ 7 milhões.

São nove campus controlados pela Iron Hack. A escola já treinou ais de 3 mil estudantes em pouco mais de cinco anos. O foco da escola com o novo investimento é ampliar a expansão global da marca até 2021. Mais precisamente, o foco primordial, como afirma Ariel Quiñones, co-fundador da Ironhack, é a América Latina.

"A ideia é aproveitar as oportunidades locais e ajudar o continente a se desenvolver mais rapidamente, pois essa é a região com maior déficit de profissionais qualificados na área da tecnologia em todo o mundo”, afirma o executivo.

Segundo estima o estudo "The Networking Skills in Latin America" da IDC, em 2018 o Brasil teve um déficit de 195.365 profissionais da área capacitados e empregados em tempo integral.

Por enquanto, o São Paulo é a única cidade com um campus da Ironhack no Brasil. O executivo cita que, "por enquanto, ainda não há cidades e prazos estabelecidos" para que novas unidades sejam inauguradas no país, mas não descarta a possibilidade de um novo campus por aqui. “Estamos estudando todas as possibilidades existentes na América Latina", afirma.

Transformação digital

Como cita Quiñones, cerca de metade das atuais atividades "serão significativamente alteradas nos próximos anos por conta da transformação digital". Ele explica que a ideia é remodelar as funções dos funcionários, mas que a ideia central ainda é conectar talentos com os empregadores.

A empresa já formou mais de 3.000 profissionais e, mundialmente, 85% dos seus alunos conseguem espaço no mercado de trabalho em menos de três meses depois da graduação.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail