Home > Colunas

Kingdom Business: o que é e quais seus benefícios aos negócios?

Modelo propõe desde criatividade e excelência em serviços prestados. Entenda

Paulo Humaitá*

28/06/2019 às 16h12

Foto: Shutterstock

Ainda pouco conhecido no Brasil, o termo Kingdom Business, em português ‘’Negócios do Reino’’, tem sido cada vez mais difundido ao redor do mundo. Essa modalidade empresarial consiste em empresas que trabalham a partir de preceitos cristãos, de modo a influenciar mudanças dentro da comunidade em que atuam, transformando as pessoas e a sociedade no geral.

Apesar de ter sido concebido com base na Bíblia, esse conceito é amplo e benéfico até mesmo para os empreendedores que não são religiosos — isso porque se trata de um modelo que propõe desde criatividade até excelência no serviço prestado.

Apresento os principais pontos para que o seu negócio seja um Kingdom Business e um sinal do Reino.

Desenvolve os colaboradores até o máximo potencial: uma empresa do Reino tem como objetivo a expansão contínua, visando beneficiar cada vez mais pessoas. Por isso, um dos princípios desse modelo de negócios é desenvolver os colaboradores até atingir o seu máximo potencial, a fim de alcançar melhores resultados progressivamente.

Nesse sentido, os gestores e os seus funcionários devem se esforçar para operar cada tarefa do negócio de maneira que Deus seja glorificado. Isso significa que todo o cristão precisa ter hábitos empresariais aprimorados.

Aqui, o objetivo é potencializar o crescimento da empresa para conquistar novos patamares. Sendo assim, o negócio adota estratégias, como metodologias e sessões (de aceleração) que aperfeiçoam as competências da sua equipe, além de disponibilizar as melhores condições e ferramentas de trabalho.

Com colaboradores bem preparados, o empreendimento se organiza melhor, o que eleva as suas chances de ser bem-sucedido e evita situações imprevistas.

Oferece um serviço de excelência

Segundo o conceito de Kingdom Business, como filhos de Deus, os empreendedores são chamados para expandir, multiplicar, investir e administrar. Para que isso seja possível, é necessário oferecer um serviço de excelência, que seja capaz de atrair, satisfazer e fidelizar o seu público consumidor.

O empreendedor deve se preocupar constantemente com a qualidade dos produtos ou serviços ofertados, consultando a opinião dos consumidores para promover melhorias contínuas. Diante disso, a empresa tem a oportunidade de crescer em harmonia com as expectativas dos seus clientes.

O Kingdom Business incentiva a criatividade

Uma das bases dos negócios do Reino é a criatividade, que está alicerçada em Deuteronômio 28:13, da seguinte forma: ‘’O senhor te fará a cabeça, não a cauda. Se você prestar atenção aos mandamentos do senhor, seu Deus, que eu lhe der neste dia e segui-los cuidadosamente, você sempre estará no topo, nunca no fundo’’.

Portanto, todo o negócio deve existir para ser o líder da sua indústria, sendo visto como uma proposta que os demais desejam copiar, e não o contrário. Isso implica em incentivar a criatividade em todas as esferas da empresa para o resultado seja o desenvolvimento de iniciativas inovadoras.

Visa mais do que o lucro

Você já se perguntou qual é o propósito da sua empresa? Nessa modalidade empresarial, todo o empreendimento precisa ter um objetivo que transcende o lucro. Também é importante se questionar o quanto e o quão grande deve ser esse projeto, e o porque disso.

Nesse cenário, um exemplo seria desenvolver um negócio de manufatura que seja bem-sucedido o suficiente para ser replicado em países do terceiro mundo, gerando empregos e melhorando o padrão de vida das pessoas com baixa renda.

A partir dos valores pregados pelo Kingdom Business, uma empresa pode ser forte desde o momento em que é concebida, pois já nasce com um objetivo determinado, bastando ajustar o seu modo de gestão e operação para aumentar as chances de êxito no mercado

*Paulo Humaitá é CEO da Bluefields Aceleradora

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail