Home > Notícias

Larry Ellison deixa o comando da Oracle

Rodrigo Garcia

19/09/2014 às 11h43

Larry Ellison deixa o comando da Oracle
Foto:

Larry Ellison anunciou nesta quinta-feira (18/9) que está se retirando do cargo de chefe executivo da Oracle, companhia fundada por ele em 1977 que transformou a maneira que as empresas usam a tecnologia e tornou dele uma das pessoas mais ricas do mundo. Ellison assumirá o cargo de CTO, além de ter sido nomeado chairman executivo do board de diretores da companhia, substituindo Jeff Henley, que ocupou o cargo na última década.

Em seu novo cargo, Ellison ficará responsável por todas as funções de engenharia de software e hardware da empresa. De acordo com a companhia, Catz e Hurd foram designados para dividir as funções de CEO. Sob a responsabilidade de Hurd ficarão os setores de vendas, serviços e unidades corporativas globais de indústria vertical. 

“Catz e Hurd irão se reportar mais ao board da Oracle do que pra mim. Todos os outros reportes continuarão sendo feitos da mesma maneira. Nós três temos trabalhado bem juntos nos últimos anos, e planejamos continuar dessa forma por muito mais tempo. Manter esse time de gerenciamento no lugar sempre foi a minha prioridade”, declarou Ellison em pronunciamento oficial. 

Ellison está na companhia desde a sua fundação, em 1977, quando ela ainda era conhecida como Software Development Laboratories (SDL). Ele provavelmente é o CEO mais icônico na indústria da tecnologia, e diversos parceiros disseram à publicação norte-americana CRN que estão aliviados por ele não deixar a companhia. 

“Ellison direcionou toda a força de trabalho por trás do sucesso da Oracle desde o início. Ele fez muito por evoluções na tecnologia e sempre foi uma voz agressiva no mundo da tecnologia. Ele está lado a lado com Steve Jobs no quesito entregar inovação à indústria, então sua presença fará falta”, declarou Douglas Grosfield, presidente e CEO da Xylotek Solutions. 

Após uma série de trimestres consecutivos apresentando resultados sem brilho, e esforços constantes na batalha por hardwares, Ellison aparentemente decidiu se aproximar mais do departamento de desenvolvimento de tecnologias da Oracle. “A verdade é que o Larry está ‘voltando para a garagem’”, explicou à CRN um parceiro Oracle de longa data. 

A Oracle ainda aproveitou o momento e reportou seus resultados financeiros para o primeiro trimestre fiscal de 2015. Para o período, encerrado em 31 de agosto, a empresa obteve receita de US$ 8,6 bilhões, elevação de 3% em comparação ao primeiro trimestre fiscal de 2014. 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail