Home > Notícias

LGPD: site gratuito avalia se empresas já estão adequadas

Ferramenta disponibilizada pela consultoria ICTS Protiviti funciona gratuitamente e traz questionário sobre política interna de segurança.

Wellington Arruda

09/08/2019 às 13h57

Foto: Shutterstock

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entra em vigor no dia 20 de agosto e as empresas precisam estar em conformidade até lá. Muitas precisarão passar por mudanças rígidas, e outras já estão se adequando nesse meio tempo.

A ideia é que as empresas tenham mais cuidado com os dados dos seus clientes. Não apenas, ela traz o cidadão para para o centro desse controle, tendo em vista os últimos casos de vazamentos e afins.

Dados se tornaram muito valiosos e daqui pra frente é preciso não apenas proteções, mas regulações eficazes. A Agência Nacional de Proteção de Dados (ANPD) prevê multa de até 2% do faturamento anual ou R$ 50 milhões por infração.

As novas regras impostas pela LGPD apontam para a coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais. Inclusive, os cidadãos poderão solicitar a edição ou remoção de suas informações nestes bancos de dados.

Sua empresa está em conformidade?

Pensando em auxiliar as empresas, a consultoria ICTS Protiviti lançou um portal para que elas façam uma avaliação gratuita. O conceito é oferecer às companhias um parâmetro sobre o seu grau de adequação à lei.

A ferramenta permite que as companhias que as empresas identifiquem se o processo está em ordem ou se medidas precisam ser tomadas. Tudo, claro, pensando na adequação para a nova lei de dados.

A avaliação é feita online. O usuário precisa informar seu nome e e-mail corporativo, e deverá responder um questionário com 13 perguntas. Elas são alternativas e relacionadas à política interna de proteção de dados da empresa.

Logo após terminar de respondê-lo, o usuário recebe um relatório com o nível de conformidade com a lei que a sua companhia se encontra.

Também são disponibilizados comentários sobre cada resultado. A ideia, neste ponto, é que as companhias avaliem o que ainda precisa ser feito até 2020.

A LGPD prevê que qualquer empresa pública ou privada deve ser responsabilizada em caso de violação.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail