Home > Notícias

Michael Dell: VMware seguirá independente

Vitor Cavalcanti

30/08/2016 às 17h34

Michael Dell: VMware seguirá independente
Foto:

Muitos questionam o futuro de algumas das empresas da Federação EMC quando todo o processo de aquisição pela Dell estiver concluído. Alguns analistas falam que alguns ativos serão vendidos. Poucos apostam no fechamento de capital da VMware ou mesmo em sua venda, o que traria mais caixa à Dell. Mas ao que tudo indica, a empresa reconhecida por seu trabalho em virtualização deve permanecer no grupo, com atuação independente e capital aberto. Pelo menos é isso o que afirma Michael Dell. 

O executivo já havia se pronunciado sobre o assunto em outras oportunidades, mas voltou a confirmar essa decisão durante o VMworld 2016, em Las Vegas, em conversa com jornalistas e analistas de várias parte do mundo, ao lado de Pat Gelsinger, presidente da VMware. “A empresa será pública, mas o restante da Dell Technologies será privada para termos liberdade para fazer investimentos com retorno no longo prazo”, afirmou Dell, para completar: “Estamos dentro do cronograma anunciado quando fizemos o anúncio da aquisição e até outubro deveremos ter tudo concluído.”

Gelsinger, acrescentou que manter o status atual é essencial para garantir a confiança dos parceiros. "Para nós a manutenção da independência é fundamental e dá segurança ao nosso ecossistema. E com isso continuaremos a acelerar nosso crescimento, além de trabalhar em coinovação”. Dell seguiu a mesma linha, em defesa da rede de parceiros: “A VMware sempre teve esse ecossistema grande e o que eles fazem com a arquitetura de nuvem, só seria possível com esses parceiros. O ecossistema deve ficar ainda mais forte, o nível de inovação será maior. Estamos no início de um período de forte crescimento em nossa indústria."

Coinovação aliás foi um tópico bastante citado pelos executivos, eles entendem que existem diversas oportunidades para as duas empresas trabalharem em conjunto na criação e estabelecimento de novos produtos. Dell citou países como Brasil e China, onde haveria oportunidade ainda maior para explorar a inovação conjunta, aproveitando todo o leque de parceiros que ambas possuem.

Questionados sobre a influência de Michael Dell na gestão da VMware, já que, no final, ele controla a companhia, Gelsinger tomou a palavra e usou um exemplo simples de como são tomadas as decisões desde a aquisição. "A parceria que anunciamos com a IBM é um exemplo de como a gestão funciona. A IBM compete com a Dell em algumas frentes, mas como para a VMWare faria sentido, seguimos com o acordo, tudo é discutido em conselho para que isso funcione e o foco está em manter o crescimento da companhia. Quando levei essa oportunidade de parceria para o Dell, ele disse: ‘se é bom para VMware, vá em frente’”.

*O IT Forum 365 viajou a Las Vegas a convite da VMware

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail