Home > Notícias

Movimento Brasil Digital vai acelerar transformação e inclusão digital no País

Iniciativa, conduzida pela IT Mídia, apresentará carta aberta aos candidatos à presidência

Redação

30/04/2018 às 14h00

Foto:

Reunidos no IT Forum 2018, considerado um dos principais eventos para lideranças das áreas de TI e Telecomunicações, diretores e presidentes de algumas das empresas que mais investem em tecnologia foram convidados, na última sexta-feira (27/4), a integrar o Movimento Brasil Digital, iniciativa que visa a transformar o País em uma referência em inovação e inclusão digital. Juntos, eles redigiram uma carta aberta sugerindo iniciativas de incentivo à transformação digital em quatro pilares: Governo; Infraestrutura; Educação e Empreendedorismo.

Durante a cerimônia de abertura do evento – da qual participaram o neurocientista Miguel Nicolelis, o economista Eduardo Giannetti e o secretário de Políticas Digitais do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTIC), Thiago Camargo – Adelson Sousa, presidente-executivo da IT Mídia, e Miguel Setas, presidente da EDP Brasil, anunciaram a fundação do Movimento, por meio da união entre o Pacto Empresarial Brasileiro pela Digitalização Humanizada do Trabalho, promovido pela EDP, EY, Korn Ferry e FIAP, e o Manifesto Nação Digital, liderado pela IT Mídia e Fundação Dom Cabral.

Tema central de políticas públicas nas principais economias do mundo, a digitalização garante produtividade às empresas, competitividade internacional e serviços de qualidade aos cidadãos, mas impõe desafios em áreas como educação, trabalho, sustentabilidade e políticas sociais.

Por isso, o Movimento Brasil Digital tem por objetivo influenciar e promover a inovação, estabelecendo o diálogo entre os setores público, privado e partes interessadas para a construção de propostas que tragam a tecnologia para o centro da estratégia do País. O intuito é preparar a sociedade para as profissões do futuro de forma humanizada, gerando ocupações qualificadas e garantindo um crescimento econômico sustentável no Brasil.

"Precisamos conscientizar, engajar e preparar profissionais e líderes para o futuro com o objetivo de construir uma nação inovadora e inclusiva. A união dos esforços entre o projeto que vinha sendo liderado pela IT Mídia com o grupo do Pacto dará ainda mais força ao nosso objetivo comum de transformar o Brasil e fazer com que o país aproveite as oportunidades que virão por meio da transformação digital”, afirma Sousa, da IT Mídia.

Propostas

Como primeiro passo para entender o nível de prontidão do Brasil para a transformação digital, foram mapeadas políticas públicas e ações desenvolvidas nesse campo em oito países: Alemanha, Austrália, Canadá, Espanha, Índia, México, Reino Unido e Suécia. Essas informações e a análise dos cenários encontrados em território nacional são o ponto de partida para a redação de um documento, pelos participantes do Movimento Brasil Digital, com propostas que serão entregues aos candidatos à presidência.

Entretanto, os organizadores esclarecem que esse diálogo não deve ficar limitado a este ano eleitoral, com o devido acompanhamento e continuidade das políticas de digitalização. “Nosso próximo passo é apresentar o documento com as propostas resultantes desse Movimento aos futuros candidatos à presidência, para que eles possam fazer planos não apenas para um mandato, mas para toda uma geração”, declarou Sílvio Genesini, presidente do Movimento Brasil Digital.

Para o Movimento, o Brasil tem uma oportunidade única de ocupar posição de destaque no novo mundo digital. Para isso, entretanto, é preciso atacar problemas históricos e preparar pessoas, empresas e governo para a Indústria 4.0, de modo que o País seja não apenas beneficiário, mas criador de novas tecnologias.

“Estamos vivenciando uma era digital de intensas transformações nos negócios. O futuro do mercado de trabalho deverá ser bem diferente do que conhecemos hoje. Com isso, a atenção deve voltar-se para o desenvolvimento das pessoas e formação de talentos que correspondam a essa nova realidade. Criatividade, adaptabilidade, empatia e capacidade de fazer as perguntas corretas são alguns dos atributos que irão prevalecer no futuro”, diz Luiz Sérgio Vieira, CEO de Brasil da EY.

Robotização

A EDP foi pioneira no uso de Robotic Process Automation (RPA) no setor de utilities no Brasil. A companhia criou o Centro de Excelência em Robotização (CER), que funciona como um núcleo de treinamento para que os colaboradores desenvolvam suas capacidades e aprendam a implementar a digitalização nas diferentes áreas.

Juntamente com a EY e com a Universidade de São Paulo (USP), iniciou ainda um projeto pioneiro de Pesquisa & Desenvolvimento para sistemas de inteligência artificial aplicados à área de distribuição de energia. Com investimento de R$ 8,3 milhões ao longo de 18 meses, o projeto irá estudar o impacto da automação de processos com robôs de última geração.

“O mercado de trabalho sofrerá mudanças profundas nos próximos anos e devemos estar preparados para conduzir esse movimento de modo que as pessoas sejam sempre prioridade nas deliberações sobre inovações tecnológicas. O Pacto é um compromisso para a adoção das melhores práticas nas relações entre empresas, colaboradores e tecnologia”, afirma Miguel Setas, presidente da EDP no Brasil.

Conheça o Movimento Brasil Digital

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail