Home > Notícias

A nova era das videoconferências

Empresas voltam a contar com a tecnologia, agora mais acessível, de videoconferências para economizar custos em tempos de crise

NetGlobe

01/02/2018 às 12h00

videoconferencia netglobe
Foto:

Há 2 anos o IDC divulgou uma pesquisa que apontou o crescimento da adoção das tecnologias de conferência e telepresença no mundo. Apontando que as vendas desta tecnologia aumentaram 21%. Os sistemas de telepresença ficaram conhecidos em uma época anterior de crise, na qual os executivos tiveram que trocar suas viagens a negócios por salas imersivas, de alta tecnologia, que praticamente os transportavam para onde tinham que estar, sem o jet lag. Inicialmente, estes sistemas eram caros – além da construção das salas, a largura de banda exigida para as reuniões era demais.

No entanto, hoje, os custos com banda larga diminuíram significativamente e as empresas passam a contar com soluções mais custo-eficientes tecnologicamente, o que voltou os olhos do mercado para estas soluções. De lá para cá, a tecnologia também evoluiu significativamente.

Prova disso são as soluções em nuvem, elas conseguem ser tão completas que é possível reunir, em uma única reunião por vídeo, participantes usando as mais diversas plataformas de videoconferência. Por exemplo, colaboradores em salas de videoconferência com demais membros de uma equipe, que estejam usando seu client Skype ou via browser webRTC, diretamente de seu navegador de internet, e até mesmo em campo, que precisam ser conectados a partir de seus dispositivos móveis, Android ou iOS.

Trata-se de uma disruptura no mercado de colaboração por vídeo, na medida que permite o acesso perfeito de qualquer dispositivo, usando qualquer sistema. Isso, atrelado ao fato do usuário poder pagar apenas pelo uso, de acordo com sua demanda, coloca a colaboração por vídeo como uma solução que nem de longe lembra os grandes investimentos que eram necessários de poucos anos atrás.

O segredo da nuvem é o modelo de contratação flexível que atende as demandas de baixa, média e alta complexidade. Para uma empresa que deseja iniciar o uso da colaboração por vídeo, o acesso a nuvem pública é o melhor caminho. No caso de empresas que utilizam a tecnologia de videoconferência tradicional e precisam inovar, o mais indicado é a nuvem pública com concierge e suporte.

Mais do que uma solução em momentos de crise, as tecnologias de videoconferência voltam aos olhos dos CIOs e gestores de negócios que visam, cada vez mais, aumentar a colaboração com todos os agentes dos seus negócios – sejam eles internos ou externos.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail