Home > Notícias

Novas tecnologias podem ser úteis na prevenção e combate à incêndios

Internet das coisas e inteligência artificial são recursos que ajudam em casos de periogo

12/02/2019 às 14h37

Foto:

Incêndios de grande proporção podem surgir de repente e crescer rapidamente, tornando-se incontroláveis em pouco tempo. Dependendo da intensidade e velocidade que o fogo se alastra, a precisão passa a ser decisiva para se controlar os danos e fazer o resgate de pessoas com maior segurança.

No Brasil, já ocorreram episódios trágicos que evidenciam que o prejuízo de não investir em medidas preventivas nesta área pode ser incalculável. Entre os casos mais recentes, a quase total destruição do Museu Nacional no Rio de Janeiro chocou o país. As chamas se espalharam rapidamente pelo prédio histórico, destruindo um acervo de quase 20 milhões de peças e artefatos com valores históricos e culturais incalculáveis.

O não atendimento às normas de segurança, falta de manutenção e precariedade de equipamentos de prevenção e combate de incêndio são alguns dos fatores que contribuem para que incêndios atinjam proporções dramáticas, como no caso do Museu Nacional e da tragédia de Santa Maria, que vitimou 242 pessoas.

Para prevenir e até mesmo garantir respostas efetivas em situações emergenciais, métodos tradicionais de prevenção podem ser associados à dispositivos IoT e Inteligência Artificial.

"Prédios, tanto residenciais quanto empresariais, bem como áreas industriais, podem se tornar mais seguros com um sistema de alarme e detecção de incêndio associado ao uso de IoT e Inteligência Artificial. É preciso haver redundância na associação de medidas preventivas e de combate. No caso do uso de IoT, através da coleta de dados contínua e a utilização de sensores que se comunicam automaticamente e emite alertas e mensagens indicando as condições da área monitorada, bem como número de pessoas que estão no local, é possível lançar mão de uma abordagem de prevenção e combate de incêndio mais eficiente e assertiva.", explica Mauro Peres, Diretor da Alert System, empresa com 20 anos de experiência no desenvolvimento de sistemas inteligentes de segurança.

Além de garantir maior segurança em áreas industriais, prédios públicos, comércios e condomínios residenciais, a aplicação de tecnologias que associam equipamentos IoT e Inteligência artificial estão ajudando a levar inovação para combater incêndios florestais de grande proporção.

O estado da Califórnia, nos Estados Unidos, passou a adotar o uso de IoT para tentar prevenir ou ao menos amenizar os efeitos do fogo na região, que nos últimos anos atingiu consequências alarmantes. Em Portugal, o primeiro-ministro do país também anunciou investimentos na área. Vão ser destinados $360 milhões de euros para um programa que inclui ações contínuas de prevenção de incêndios.

Sobre a Alert System: A Alert System foi fundada em 1999 e nasceu com o propósito de atender o desenvolvimento e aprimoramento de sistemas de segurança para a indústria. A empresa investiu nos últimos 10 anos na criação de novas soluções e ampliou sua atuação no desenvolvimento de tecnologias avançadas em projetos de automação, processos industriais, TI, IoT, controle de qualidade e otimização de processos fabris e de segurança. Em 2019, a empresa completa 20 anos.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail