Home > Notícias

NSA pode ‘espionar’ computadores off-line, diz relatório

Déborah Oliveira

19/01/2015 às 11h09

NSA pode 'espionar’ computadores off-line
Foto:

A Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês) usou tecnologia secreta para espionar computadores que não foram sequer conectados à internet, afirma relatório. 

Citando documentos de Edward Snowden, o jornal The New York Times disse que 100 mil máquinas foram equipadas com pequenos dispositivos que emitiam ondas de rádio, que permitiam acessá-las remotamente. Os alvos incluíam chineses e militares russos, bem como cartéis de drogas, afirmou a publicação. 

Segundo informações, a NSA acessa alvos por meio de circuitos minúsculos ou cartões USB em computadores e, a partir de ondas de rádio, para transmitir dados sem a necessidade de que a máquina esteja ligada a uma rede mais ampla.
Trata-se de uma revelação significativa na medida em que prejudica o que foi visto como um dos métodos mais simples, mas mais eficazes de tornar um sistema seguro: isolando-o a partir da internet.

A tecnologia envolvida não é nova, mas sua aparente execução pelos serviços de segurança dos EUA era até então desconhecida.

Em uma declaração feita para o The New York Times, um porta-voz da NSA disse que nenhum dos alvos eram os EUA, acrescentando: "As atividades da NSA são focadas e especificamente implantadas contra - e apenas contra - alvos de inteligência estrangeiros válidos em resposta às necessidades de inteligência".

"Não usamos recursos de inteligência para roubar segredos comerciais de empresas estrangeiras para concedê-las à companhias norte-americanas para aumentar sua competitividade internacional”, completou. 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail