Home > Colunas

O boom do SaaS na América Latina está próximo

Sua empresa está preparada para o uso de Software como Serviço?

Diogo Lupinari

22/07/2019 às 13h30

Foto: Shutterstock

Não é novidade para ninguém que atualmente existem diversas aplicações que automatizam e agilizam processos dentro das empresas e que antes eram executados manualmente. A questão, porém, é outra: quantas soluções deste tipo existem em sua empresa e são utilizadas pelos colaboradores? A quantidade de softwares na nuvem comercializados como serviço a partir de uma assinatura mensal ou anual (SaaS, na sigla inglesa), criados para atender necessidades corporativas específicas e em alguns casos de nicho, não para de crescer em todo o mundo – e esse movimento está ganhando força na América Latina.

Estimativas mostram que atualmente 24% das companhias latino-americanas já utilizam aplicações SaaS, enquanto que na América do Norte mais de 41% das empresas já adotaram soluções na modalidade como serviço. Com a iminente explosão da adoção destas soluções pelas companhias, é necessário se preparar para esta demanda e, principalmente, garantir que todas estas diferentes aplicações possam interagir umas com as outras trocando informações, e desta forma, entregar o maior valor possível para a organização.

Os dados reforçam esse cenário. Relatório da consultoria Gartner mostra que o mercado de SaaS deve movimentar nada menos do que US$ 85.1 bilhões apenas em 2019 e atingir o total de US$ 113.1 bilhões em 2021, um crescimento de 32,9% em apenas dois anos. É, de longe, o maior segmento da computação em nuvem, que deve movimentar no total mais de US$ 206 bilhões neste ano, chegando a US$278.3 bilhões em 2021. Grande parte deste montante é consumido nos países da América do Norte, Europa e Ásia.

Há um número cada vez maior de soluções para resolver problemas específicos das organizações. Antigamente, o melhor caminho (ou o caminho mais comum) era contratar todos os sistemas necessários para a sua empresa com o mesmo fabricante, dentro de uma suíte de aplicações fornecida pelo mesmo provedor. Hoje, a situação mudou. O surgimento do SaaS fragmentou o setor de tecnologia.

Agora, é possível contratar diferentes soluções de uma infinidade de empresas (em alguns casos estas soluções podem ser contratadas pela internet, sem a necessidade de contato com um vendedor), e com esse “cardápio” variado á disposição, as organizações têm a possibilidade de contratar a melhor solução de software para automatizar um departamento, um processo, ou apenas uma etapa de um processo, se necessário. Estudos mostram que empresas de pequeno porte já utilizam atualmente mais de 70 diferentes sistemas, e no caso das grandes empresas o número pode ultrapassar os 200 sistemas.

Ainda que resolvam situações importantes, essas soluções são limitadas se atuarem desconectadas das demais aplicações utilizadas na companhia, atuam em apenas uma fração do processo e não oferecem uma visão do todo. Esta é a realidade de muitas empresas atualmente na América Latina.

Por aqui, as empresas estão evoluindo na utilização desta modalidade de software – ao passo que na América do Norte (principalmente nos Estados Unidos) e na Europa este setor já está muito mais consolidado. Mas a curva de adoção do SaaS mostra um crescimento acelerado que aponta para um boom nos próximos cinco anos – o que exige preparação e planejamento para quem deseja se destacar e crescer.

Para isso, é essencial que essas empresas comecem a pensar em adotar soluções capazes de integrar todos estes sistemas no ambiente corporativo. Enquanto há poucas ferramentas no dia a dia, um profissional de tecnologia pode até conseguir fazer essas conexões de forma manual.

Mas ao passo que esse número salta para 25, 50, 100, 200 sistemas que precisam estar integrados, qualquer solução “home-made” feita por um programador será extremamente complexa de se implementar e cara de se manter. Hoje, já existem empresas que oferecem plataformas de integração para quem deseja se transformar digitalmente. Quem adotá-las agora, certamente estará na frente da concorrência quando o boom do SaaS acontecer na América Latina.

Em um cenário de intensa competitividade e alta tecnologia, não há mais espaço para aqueles que desejam fazer tudo do jeito antigo. As soluções surgem em uma velocidade cada vez mais rápida e com funções específicas para resolver os problemas do seu negócio – logo, não é inteligente perder tempo (e dinheiro) tentando conectar estes sistemas de forma manual. Cedo ou tarde, o futuro que se desenha nos países da América do Norte chegará por aqui também. Caso a sua empresa não se prepare, existe um grande risco de ficar para trás na corrida por novos negócios.

* Por Diogo Lupinari, CEO na Wevo Tecnologia, uma plataforma em nuvem que está apoiando empresas em 10 países a se transformarem digitalmente a partir da integração de sistemas e dados. A Wevo se destacou em seu segmento após atuar em projetos de integração de alta complexidade para o varejo e a indústria. Hoje a empresa tem entre seus clientes marcas como Whirlpool, Volvo, Decathlon, Unilever e Leveros. Em 2018, a Wevo foi a ganhadora do Prêmio ABComm de melhor empresa de tecnologia para e-commerce.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail