Home > Notícias

Organizações atingem maior nível de investimento em tecnologia

Pesquisa da KPMG, em seu 21º ano, indica crescimento de 55% em grande parte das organizações para inovação e tecnologia.

Wellington Arruda

12/07/2019 às 8h17

Foto: Shutterstock

O estudo Harvey Nash / KPMG CIO Survey 2019, divulgado pela KPMG, revela que nos próximos três anos quase a metade das organizações (44%) espera realizar mudanças em modelos de produtos e serviços. Os principais motivos indicam ruptura digital e a necessidade de se aproximar do consumidor.

Este é o vigésimo primeiro ano do estudo, que tem base em mais de 3.600 respostas de CIOs e executivos de tecnologia de 108 países. No relatório, divulgado nesta semana, é revelado que mais líderes de TI estão relatando mais aumentos de orçamento atualmente ante os últimos 15 anos.

Em 2019, segundo a pesquisa, houve um aumento de 55% em grande parte das organizações nos investimentos de tecnologia. Este é o maior nível atingido desde 2010, considerando também o aumento na aplicação em mais tecnologias emergentes.

Claudio Soutto, sócio-líder de IT Advisory da KPMG no Brasil, falando sobre "organizações que são líderes digitais", afirma que tendem a ter "melhor desempenho do que suas concorrentes em todos os aspectos da pesquisa". O índice aponta o "uso de tecnologias digitais para avançar em suas estratégias de negócios", nas palavras do executivo.

Outros temas que ganham destaque nos conselhos de administração são tecnologia e inovação. Nestes casos, tanto o conselho administrativo das companhias quanto os CEOs tendem a priorizar mais a criação de valor do que a eficiência.

"Vemos que ainda há pouca participação de profissionais de tecnologia nos conselhos de administração. Acho que todas as empresas precisam de pessoas focadas em TI, influenciando e educando o conselho com relação ao uso de novas tecnologias. Mais do que conhecer tecnicamente as novas tecnologias é importante saber como usá-las para alavancar novos negócios".

Destaques da pesquisa

O material divulgado aponta aumentos de orçamento em 15 anos em investimentos de tecnologia, se comparados com todos os outros anos da pesquisa. Inclusive, estima-se que "uma em cada cinco funções será desempenhada por robôs".

Ofertas de emprego relacionados a tecnologia também estão crescendo junto com os orçamentos e salários.

Sobre crimes cibernéticos, a pesquisa da KPMG revela que os incidentes permaneceram estáveis neste ano, enquanto que o nível de confiança mostrou crescimento. Nos anos anteriores, a companhia cita um "crescimento do crime cibernético e a redução da confiança no tratamento da ameaça."

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail