Home > Notícias

Recurso Wi-Fi Sense do Windows 10 pode colocar privacidade em risco

Tissiane Vicentin

29/07/2015 às 17h04

Recurso Wi-Fi Sense do Windows 10 pode colocar privacidade em risco
Foto:

O Windows 10 trouxe uma série de novos recursos e ferramentas para seus usuários, dentre eles o Wi-Fi Sense, projetado para conectar Windows Phone com a internet. 

Apesar da facilidade, especialistas da AVG Technologies, empresa de segurança on-line, alertam que o recurso pode expor os usuários e comprometer sua privacidade. Isso porque o Wi-Fi Sense permite realizar conexão automática com redes abertas compartilhadas

Além disso, há outras configurações preocupantes como aceitar os termos de uma rede Wi-Fi em seu nome e fornece informações adicionais para as redes que requerem isso, e permite ao usuário trocar o acesso à rede Wi-Fi protegida por uma senha com seus contatos para dar e ter acesso à internet sem ter acesso a senhas de outros usuários da rede de Wi-Fi.

"Apesar destas características serem potencialmente convenientes para o usuário, existe a preocupação com a segurança e privacidade. Ao acionar a funcionalidade o aparelho se conecta automaticamente às redes Wi-Fi disponíveis”, explica Mariano Sumrell, diretor de Marketing da AVG Brasil. “O problema é que nem todas as redes abertas estão seguras, podendo conectar outras pessoas deliberadamente mal-intencionadas. Acessando a Internet nesses locais o usuário pode ter seu tráfego interceptado por um cibercriminoso."

Aceitar termos de uma rede Wi-Fi de utilização automática em seu nome também pode não ser a melhor escolha para o usuário, pois não se sabe se a página de destino é legítima ou criptografada.

Ao solicitar um endereço de e-mail ou outras informações pessoais para validação, o sistema dá uma chance de avaliação da confiabilidade de um provedor, mas o Wi-Fi Sense aparentemente disponibiliza os dados do usuário para qualquer rede que solicita, podendo causar um problema de privacidade.

O último recurso, por sua vez, compartilha senhas de Wi-Fi com os contatos do usuário, o que é um pouco menos preocupante, mas ainda depende da total confiança nas pessoas que integram essa lista de contatos. Em combinação com as outras duas características, ao receber uma senha de rede a partir de um contato, o usuário poderia se conectar automaticamente a uma rede de pessoas mal-intencionadas e potencialmente entrar em risco.

Em nota, a Microsoft afirmou que "o sensor de Wi-Fi oferece escolhas e benefícios aos usuários. Ele não revela senhas, não permite que amigos compartilhem seu Wi-Fi com outros amigos, nem coloca informações pessoais do usuário em risco".

*Nota atualizada em 31/07/2015, às 16h13, para incluir o posicionamento da Microsoft com relação ao caso.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail