Home > Notícias

Startup leva tecnologia para o transporte corporativo

4Fleet permite monitoramento em tempo real e interação entre operadoras, empresas, motoristas e passageiros

14/02/2019 às 17h23

Foto:

As respectivas experiências nos segmentos de varejo automotivo e business intelligence uniram os executivos Leandro Zillig, Luis Venâncio e Richard Feliciano em torno de uma missão nada modesta – democratizar o acesso à tecnologia entre PMEs que gerenciam ou utilizam transporte corporativo. O trio acaba de criar a 4Fleet, plataforma completa de gestão comercial de frotas que atua como um grande CRM, ao permitir o monitoramento em tempo real e a interação entre operadoras, empresas, motoristas e passageiros.

A concepção da ferramenta atende especialmente a interesses de indústrias, organizadoras de eventos, empresas de fretamento, vans e ônibus escolares, hospitais e órgãos públicos, trazendo novos paradigmas nas relações entre operadores de frotas e clientes. “O advento de aplicativos como o Uber e a 99 ampliou ainda mais a demanda por sistemas capazes de precisar a localização do veículo e o tempo de chegada ao destino de interesse. E, no setor de transporte, detectamos uma carência de tecnologias embarcadas que processem automaticamente essas informações”, observa Zillig.

A adesão requer somente um cadastro no portal www.4fleet.com.br, pelo qual o usuário informa os dados dos veículos e da rede de motoristas que gerencia. A partir dessa inscrição, a 4Fleet possibilita registrar a data e hora do transporte, o trajeto percorrido, o deslocamento, a lista dos passageiros e a localização exata do embarque de cada um deles. O acompanhamento também pode ser feito por meio do aplicativo homônimo, disponível em aparelhos Android e iOS.

A ferramenta garante total previsibilidade à operação e torna mais ágil a tomada de decisões, com o apoio de recursos como mensagens SMS para o motorista. “Instituições escolares podem aprimorar o controle sobre o fluxo de seus alunos, enquanto hospitais aperfeiçoam a organização do fluxo de trabalho e das trocas de turnos. Indústrias que reservam veículos para seus funcionários chegarem até a fábrica têm condições de saber, de antemão, quem não embarcou e planejar reposições de mão de obra mais rapidamente”, exemplifica. Outra vantagem é a redução de custos e sinistros.

Plataforma aberta

A 4Fleet foi desenvolvida sobre a estrutura de uma API - Interface de Programação de Aplicações aberta, o que viabiliza a integração com qualquer sistema de TI administrado pelas empresas clientes, independentemente das linguagens e códigos. Com isso, elas têm acesso ainda mais facilitado a relatórios de CRM completos, que aferem o desempenho da frota e dos condutores de maneira assertiva. Todos os dados são criptografados em um ambiente próprio, o que confere total segurança ao processo.

“Ao cruzarmos indicadores referentes ao tempo de deslocamento, à velocidade média e ao consumo de combustível, é possível concluir se o comportamento do motorista ao volante está adequado, se há algum desvio de finalidade do veículo ou se alguma avaria compromete a performance do automóvel”, reforça o executivo. O tempo de ociosidade do carro também pode fornecer subsídios concretos para avaliar se o tamanho da frota é compatível com sua utilização.

Todas essas respostas proporcionam ainda uma gestão mais efetiva dos recursos humanos das empresas. “Elas podem elaborar uma campanha de incentivo que ofereça prêmios aos motoristas mais pontuais e responsáveis. Na hipótese de a frota ser destinada ao departamento comercial, pode-se comparar os resultados de vendas com o deslocamento dos carros”, complementa.

Pacotes de serviços

Até empresários ou pessoas físicas que dispõem apenas de um carro executivo para seus compromissos profissionais têm acesso gratuito à solução. A partir de duas unidades, o plano básico passa a custar R$ 49 mensais, o equivalente a R$ 1,64 por dia e com a possibilidade de o passageiro ter acesso à localização do veículo. Os outros dois planos são o Profissional, com frotas superiores a dez automóveis; e o Corporativo, com uso ilimitado.

Investimentos e projeções

O lançamento da 4Fleet exigiu um aporte inicial de R$ 540 mil e a expectativa é investir mais R$ 1,5 milhão até o fim de 2019. O retorno está projetado em 24 meses. Ainda na fase de soft opening, a plataforma já atraiu a atenção de 70 empresas e 800 veículos constam no sistema. A previsão é terminar o ano com mais de 4,2 mil empresas na carteira de clientes.

O modelo de negócios via API faz com que o trio de empreendedores já almeje um upgrade na plataforma. “Temos uma estrutura de automação e TI que abre caminhos para fazer da 4Fleet um grande marketplace, integrando a cadeia produtiva que gravita em torno do transporte corporativo com foco na geração de oportunidades conjuntas e novos negócios”, conclui Zillig.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail