Home > Notícias

Stromasys apresenta novos projetos para 2019

Empresa vai apostar na proximidade com provedores de nuvem, como AWS e Microsoft

20/12/2018 às 18h02

Foto:

A Stromasys, fornecedora global de soluções de emulação de servidores legados de multiplataformas corporativas, tem grandes planos para 2019. A empresa, que termina 2018 com diversos projetos piloto e provas de conceito realizadas em toda a América Latina, vai apostar em provedores de nuvem no próximo ano.

Há poucos dias, a fornecedora lançou uma estratégia com a IBM e alianças com empresas como Telefônica, Amazon Web Services (AWS), Microsoft e Oracle. "Continuaremos a incentivar e fortalecer as alianças com provedores de nuvem para oferecer maiores benefícios aos nossos clientes e apoiá-los em sua migração”, afirma Robert Ruíz, diretor geral da Stromasys para a América Latina e Caribe.

Para 2019, a fornecedora programou o lançamento de uma nova solução em torno da plataforma de máquinas HP Enterprise, que compõe o HPUX. A tecnologia ajudará os clientes que possuem essas máquinas clássicas em seus ambientes, oferecendo uma solução focada em modernização, mitigação de riscos e redução do impacto nos negócios.

“Temos visto, por meio de nossos parceiros de negócios, que há um mercado bastante significativo na América Latina, particularmente dessas máquinas clássicas\", explica Ruiz. “Nossos clientes da região adotam ou retêm tecnologia por muito mais tempo do que em outros mercados, como na Europa e nos Estados Unidos, o que faz com que esses sistemas operem por muito mais tempo”, destaca o executivo.

Segundo Ruiz, há três tipos de clientes que usam as soluções da Stromasys na América Latina:

O cliente que migra: todo o processo de migração e adoção da tecnologia pode ser caro e trabalhoso, além de levar de três a cinco anos. “Outros clientes preferem procurar uma alternativa porque não têm tempo para se envolver em um projeto de migração e exceder seu orçamento, essa alternativa é a nossa”, explica o executivo.

O cliente que possui um processo paralelo: Ruiz explica que esses clientes utilizam o serviço da Stromasys para realizar uma migração. Durante esse processo, que pode levar de quatro a cinco anos, os usuários querem uma solução provisória para ajudá-los a mitigar os riscos e, por isso, usam as tecnologias da empresa como uma ponte para esse processo de migração. “Quando a migração estiver concluída, eles não terão mais a nossa tecnologia”, afirma.

O cliente que não quer migrar, mas deseja modernizar toda a infraestrutura: são clientes cujas aplicações funcionam muito bem para seus negócios e eles precisam apenas controlar a instabilidade do hardware.

Segundo Ruiz, a Stromasys ajuda os clientes a dar continuidade às aplicações críticas para os negócios. \"Por meio de nossa solução, permitimos que o usuário tenha essa continuidade. Somos um elemento de continuidade de negócios e mitigação de riscos para os negócios”, finaliza.

Tags
Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail